Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 05 de julho de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 04/07/2020

Pesquisa mostra que 4,9% dos mogianos tiveram contato com Covid-19

Por De Mogi28 MAI 2020 - 11h21
Estudo é uma amostragem de testes rápidos do novo coronavírus nos bairros de Mogi das Cruzes com o objetivo de saber qual é a parcela da população que já teve contato com o vírusFoto: João Umezaki/PMMC

A Secretaria Municipal de Saúde concluiu a segunda etapa da Pesquisa Covid-19 realizada entre os dias 7 e 21 de maio com mil moradores da cidade. O estudo é uma amostragem de testes rápidos do novo coronavírus nos bairros de Mogi das Cruzes com o objetivo de saber qual é a parcela da população que já teve contato com o vírus, ainda que não tenha desenvolvido sintomas da doença.

A pesquisa mostrou que 4,9% já tiveram contato com o Covid-19, sendo que 1,1% dos testados estão na fase aguda da doença e 1,2% passando da fase aguda para a cura. “Na projeção do estudo em relação à população da cidade, podemos estimar que mais de 9 mil mogianos estão na fase aguda da doença, sem qualquer sintoma, andando por aí. Por isso a necessidade de mantermos todos os cuidados, principalmente o isolamento social”, explica o secretário municipal de Saúde, Henrique Naufel. 

De acordo com o estudo, 2,5% dos testados já passaram pela doença e produziram anticorpos. A grande maioria - 95,1% - não teve contato com o Covid-19 até o momento. Os dados fazem parte da segunda fase de um estudo randomizado utilizado para as políticas públicas de atendimento e combate à doença no município. Os testes rápidos foram aplicados pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde em todas as regiões de Mogi das Cruzes, obedecendo a proporção populacional de cada região.

De acordo com a pesquisa, a retestagem deveria ser feita com as mesmas mil pessoas participantes na primeira etapa, realizada em abril. Das mil pessoas testadas anteriormente, 880 foram novamente testadas, 101 não foram localizadas, 17 recusaram a testagem e duas encontravam-se hospitalizadas, uma delas em razão da Covid-19. 

Também foram realizados testes em 81 familiares de 27 pessoas que testaram positivo, complementando o monitoramento. O estudo mostrou que um familiar estava na fase aguda da doença, quatro passando da fase aguda para fase da cura e seis já haviam passado, com a produção de anticorpos para a defesa do organismo. Dos familiares pesquisados, 70 pessoas não tiveram contato com a Covid-19.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias