Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 22 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Poá auxilia vítimas da enchente por meio do Aluguel Social

23 JAN 2016 - 07h00

 Poá, por meio da Secretaria Municipal de Habitação, auxilia as pessoas vítimas da enchente do último dia 9, com a cessão do chamado ‘aluguel social’, benefício para aqueles que perderam seus bens e, principalmente, os imóveis em que viviam. Ontem, o secretário municipal de Habitação de Poá, Osmar Schneider, visitou algumas famílias que foram beneficiadas pelo aluguel social. Desde o dia seguinte à enchente, as secretarias municipais de Habitação, de Assistência e Desenvolvimento Social, de Segurança e de Serviços Urbanos realizam um trabalho conjunto de auxílio às pessoas afetadas pelos alagamentos.

A aposentada Maria Helena Brighente foi uma das moradoras do Jardim Nova Poá que tiveram a residência interditada pela Defesa Civil após o incidente. “Na minha casa moravam sete pessoas, mas tivemos que sair porque há risco de desabamento. O pessoal da Prefeitura nos ajudou muito desde o dia que aconteceu a enchente. Liberaram muito rápido o aluguel social para a minha família e ainda conseguiram um caminhão para levar os móveis para a casa nova”. O benefício de Maria Helena é de R$ 600 e tem duração de um ano.

Já Fernanda de Souza Vicente, que é auxiliar de limpeza e morava de aluguel na Vila Perracine, receberá a quantia do aluguel social por três meses. Ela mora com as três filhas pequenas e prefere uma casa nova à antiga.

Das 10 famílias que entraram com o pedido para receber o aluguel social, sete já estão recebendo o benefício. Isso porque o prefeito Marcos Borges (PPS) pediu, em reunião com as secretarias, para que liberasse este benefício o mais rápido possível na tentativa de amenizar o problema das vítimas. “Eles já perderam muita coisa, temos que acelerar esse processo, dentro da lei, é claro, para que voltem à rotina o mais rápido possível”, disse.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias