Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 21 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Poá quer imunizar 1,5 mil contra o HPV; Dia D da vacinação será sábado

30 MAR 2016 - 08h00

 Poá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza no próximo sábado o Dia D de vacinação contra HPV. A ação acontece das 8 às 17 horas em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. O objetivo é imunizar o maior número de meninas de 9 a 13 anos (público-alvo da campanha), contra o Papilomavírus Humano, vírus que causa 90% dos casos de câncer de útero. A campanha se concentra na aplicação da primeira e segunda dose da vacina.

De acordo com informações da Vigilância em Saúde, no ano passado foram imunizadas um total de 2.198 meninas de 9 a 11 anos. Para este ano, a expectativa é que mais 1,5 mil sejam imunizadas nesta campanha.

O secretário municipal de Saúde de Poá, Alexandre Russo, informou que 70 funcionários estarão presentes para que esta ação aconteça da melhor forma possível. "É uma vacina importante, portanto os pais ou responsáveis dessas jovens devem levá-las até o posto mais próximo da sua residência no próximo sábado, dia 2 de abril", enfatizou.

Ainda segundo o secretário, o trabalho de conscientização seguirá nas escolas do município. Uma equipe da UBS do bairro em que fica localizada a escola realizará palestra com pais alunos para que eles saibam da necessidade e do benefício desta vacina.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a vacina contra o HPV já faz parte do calendário de vacinação, por isso pode ser encontrada em todas as unidades de saúde do município durante todo o ano.

HPV

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), existem mais de cem tipos diferentes de HPV. Para evitar o surgimento do câncer de colo do útero, é importante que as mulheres façam exames preventivos (Papanicolau ou citopatológico), que podem detectar lesões. Quando essas alterações que antecedem o câncer são identificadas e tratadas, é possível prevenir a doença na maioria dos casos. A transmissão se dá por contato direto com o local infectado, sendo que a principal forma de transmissão é via sexual.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias