Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 21 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/08/2019
CENTERPLEX 15 A 21/08
PMMC - TRATA BRASIL
Iniciativa

Poá: Saúde inicia projeto para criação de hortas com material reciclável

Objetivo do trabalho é incentivar as pessoas a terem hortas nas suas residências, a reciclar material para a criação das mesmas, e ajudar na preservação do meio ambiente

Por de Poá31 JUL 2019 - 18h32
projeto está sendo desenvolvido na Unidade Básica de Saúde (UBS) Wellington Lopes, no Jardim AméricaFoto: Flavio Aquino/ComunicacaoPoá

O descarte irregular de lixo causa problemas ambientais e de saúde. E a formação de cidadãos mais conscientes sobre seu papel na preservação da natureza tem sido uma prioridade em Poá. Reforçando o trabalho já realizado na cidade, a Prefeitura de Poá, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou um projeto pioneiro chamado: “Mais Saúde, Menos Lixo, Compostagem e Horta Vertical”.

O projeto está sendo desenvolvido na Unidade Básica de Saúde (UBS) Wellington Lopes, no Jardim América, e tem como idealizadora a educadora social e ambiental, Fátima Queiróz. De acordo com ela, o objetivo principal da iniciativa é conscientizar à população sobre a necessidade da preservação do meio ambiente. “O projeto visa o destino correto do lixo, principalmente o orgânico, que pode ser utilizado como compostagem, transformando-o em adubo, alimentação saudável, economia doméstica e bem-estar das pessoas”, explicou.

Fátima ressaltou que será oferecido um curso, na UBS Wellington Lopes, que tem como base oferecer aos participantes materiais reciclados e orientações para os mesmos realizarem trabalhos em casa, tendo como objetivo final a implantação de uma horta residencial. “Toda semana os alunos receberão informações didáticas durante as aulas e os mesmos levarão um kit para fazerem os trabalhos em casa, como se fosse uma lição de casa”.

Com o curso, o objetivo é fazer com que as pessoas mudem o hábito e armazenem na própria casa o lixo reciclado, como garrafas pet com tampa, casca de ovo, rolo de papel higiênico, casca de legumes, pó de café, entre outros. “Todos podem armazenar estes materiais em casa e além de fazer uma economia, ajuda o planeta”.

Durante o curso, os participantes também colaborarão com a criação de uma horta que será feita na Unidade Básica de Saúde Wellington Lopes. 

Duas turmas

De acordo com o vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá, as aulas começam no próximo dia 5 com as pessoas que realizam o tratamento de tabagismo e saúde mental na UBS do Jardim América.

“E teremos uma segunda turma que começará no dia 7 de agosto e as pessoas já podem fazer as inscrições na própria unidade. É um projeto que além de servir como terapia, terá uma finalidade muito importante, ajudar na preservação do meio ambiente que nos dias de hoje se torna primordial”, comentou Marquinhos.

Para a realização do projeto, a educadora social Fátima Queiróz receberá ajuda da equipe de funcionários da UBS Wellington Lopes e do agricultor Aguinaldo Firmio Alves (Associação dos Produtores Orgânicos do Alto Tietê), de Gabriel Xavier Dias e de Gabrielle, Giovana e Alice Bueno.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias