Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv
Combate ao crime

Poá vai discutir Plano de Segurança Municipal para reduzir a criminalidade

Atividade contará com a presença de autoridades civis e militares, representantes da indústria e comércio

Por De Poá13 SET 2017 - 12h00
Prefeitura quer discutir melhorias na segurança públicaFoto: Bruna Nascimento/Divulgação
A Secretaria de Segurança Urbana realizará no sábado, às 15 horas, reunião para elaboração do Plano de Segurança Municipal Participativo. A atividade será realizada na Câmara e contará com a presença de autoridades civis e militares, representantes da indústria e comércio e sociedade civil organizada.
 
O evento terá uma abertura e depois será apresentada a metodologia para construção do plano. Após a introdução ao tema e capacitação dos presentes, será aberto um espaço para sugestões e perguntas para consolidar o trabalho. As autoridades civis e militares responderão os questionamentos e em conjunto trabalharão na elaboração das diretrizes e certificação.
 
Segundo o prefeito Gian Lopes (PR), Poá tem buscado alternativas para aumentar a segurança. "Temos um compromisso de trazer segurança para Poá e estamos trabalhando diariamente por isso, sem descanso. E contamos com o auxílio da população neste sentido. Foram implantados diversos projetos, que já contam com a participação dos munícipes e agora contamos com o auxílio deles na elaboração do Plano de Segurança Municipal Participativo".
 
De acordo com o secretário de Segurança Urbana, Carlos Setsuo, visando atender as necessidades dos bairros , sua pasta convida toda a sociedade civil, comerciantes e empresários para a elaboração do documento. Acrescentou que estão sendo realizadas ações de combate à criminalidade, que contam com bloqueios nas entradas e saídas, nas divisas com outros municípios e ainda o trabalho de equipes em diversos bairros e vias. "As operações devem continuar de forma que o cidadão de bem se sinta protegido", disse.
 
Poá também tem trabalhado para ampliar o monitoramento por câmeras nos bairros e esta ação conta com o apoio da comunidade, por meio de um programa de cooperação entre o Poder Público e a sociedade, em que os aparelhos de vigilância particulares e públicos são integrados em uma mesma central. 
 
Recentemente a Secretaria de Segurança Urbana iniciou um trabalho com líderes de bairros e criou um grupo no aplicativo WhatsApp, chamado Poá+Segura. O objetivo da ação também foi aumentar o monitoramento da cidade em parceria com a população. "É uma ferramenta útil para ajudar a identificar e prender assaltantes, pois as fotos, vídeos e descrições detalhadas são informadas e posteriormente repassadas para as polícias Militar e Civil", explicou Setsuo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias