Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 31 de março de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/03/2020
Secretaria de Estado da Saúde Campanha Coronavirus
CENTRO ONCOLÓGICO
CENTRO MÉDICO
COVID

Preço do botijão de gás dispara e é encontrado de R$ 85 até R$ 90

Procon de Poá monitora e fiscalizará estabelecimentos que cobrarem preços abusivos

Por Marcus Pontes - de Poá26 MAR 2020 - 14h32
Botijões de gás estão sendo vendidos por valor mais altoFoto: Sabrina Silva/DS

Os preços do botijão de gás dispararam em Poá, em função à crise do coronavírus ter afetado as distribuidoras do produto. É possível encontrar preços entre R$ 85 a até R$ 100. Outros municípios também estão sendo afetados, como Ferraz de Vasconcelos e Suzano.

O Procon de Poá disse ter recebido reclamações sobre o aumento abusivo dos preços. Em nota, o órgão poaense reiterou a necessidade de os munícipes afetados ou prejudicados pela cobrança notificarem sobre o assunto, para que os responsáveis sejam punidos. “Foram duas notificações, até o momento. Elas foram encaminhadas para o Procon-SP, para que o órgão possa realizar as devidas fiscalizações”, disse. 

DS ligou para quatro estabelecimentos da cidade, para verificar se os preços continuavam sendo praticados. Destes, quatro mencionaram, por telefone, o valor de R$ 85. E se justificaram dizendo que o valor é decorrente à falta do produto nas distribuidoras. 

“Fui em vários estabelecimentos, em Poá, Ferraz e, até mesmo, Suzano. Eles dizem que não tem botijão, mas se eu quiser, me arrumavam por R$ 100. É um absurdo. Só em Poá, fui em quatro e falam que está para chegar mais. Semanas atrás, eu pagava R$ 60”, disse João Evangelista Pacheco. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias