Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 19 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/01/2021
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
GrupoIndy
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA

Prefeitos do Condemat reivindicam aporte financeiro para enfrentamento da Covid-19

Sete cidades do Alto Tietê estão em atenção em decorrência da alta nas internações hospitalares e região quer apoio estadual para ampliação de testagem e leitos exclusivos

Por da Região01 DEZ 2020 - 19h51
Prefeitos do Condemat reivindicam aporte financeiro para enfrentamento da Covid-19Foto: Divulgação

Os prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) reivindicaram, na noite desta terça-feira (01), durante reunião com representantes do governo do Estado, por aporte financeiro às prefeituras para ampliação da testagem e de leitos hospitalares.

No Estado, 62 cidades estão em atenção em decorrência da alta nas internações hospitalares e na ocupação dos leitos de UTI. Dessas, sete delas pertencem ao Alto Tietê – Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano.

Os prefeitos Guti Costa, de Guarulhos, e Rodrigo Ashiuchi, de Suzano, cobraram a ajuda financeira do Estado para que os municípios possam ampliar a capacidade de atendimento hospitalar nas cidades, visto que os hospitais de campanha já foram desmontados e há necessidade de ampliar os leitos. O prefeito Ashiuchi solicitou, ainda, a destinação de leitos do Hospital das Clínicas de Suzano para pacientes Covid.

No Alto Tietê, a taxa de ocupação nos leitos de UTI está em 65% e, nos privados, em 75%.

“Os municípios estão fazendo a sua parte, mas precisamos de um planejamento do Estado de ajuda financeira principalmente para a ampliação de leitos”, disse o prefeito Ashiuchi.

Além da ampliação de leitos, os prefeitos também reivindicaram apoio em insumos e, principalmente, em testes, já que uma das recomendações do Estado para os municípios em estado de atenção é o aumento da testagem na população.

Na oportunidade, o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, reforçou que haverá apoio às cidades, principalmente no que diz respeito aos insumos e materiais. “Retroceder para a fase amarela do Plano São Paulo foi preciso para garantir menor circulação do vírus. Com o crescimento dos números, vamos inclusive retomar leitos exclusivos para tratamento da Covid-19. Todos os anúncios quanto as novas medidas serão feitas em breve”, destacou.

Coronavac

Durante a abertura do encontro virtual, o governador João Doria apontou a reta final para a vacina Coronavac ser aprovada e imunizar a população do Estado de São Paulo. “Neste momento, técnicos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estão em Pequim, na China, analisando os protocolos da vacina, que está sendo desenvolvida entre a Sinovac Life Science e o Instituto Butantan. Em São Paulo, concluímos a 3ª etapa do estudo clínico com 13,5 mil voluntários. Estamos confiantes com os resultados e aguardamos uma avaliação técnica por parte da Anvisa e, desta forma, começarmos a imunização o mais rápido possível”, concluiu.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias