Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quarta 22 de setembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2021
GrupoIndy
PMMC REDESCUBRA MOGI - TODA QUINTA
PMMC REDESCUBRA MOGI
CREA-SP
SEC DE GOVERNO - CAMPANHA: CORONAVIRUS - VALE GÁS - FASE II

Prefeitos têm desafio de construir 18 creches para 6 mil crianças sem vagas

Em Suzano, solicitação é para construção de três novas creches na cidade

Por Lucas Lima - da Região12 SET 2021 - 05h00
Prefeituras têm missão de construir mais unidades de ensino infantil para atender mais criançasFoto: Prefeitura de Itaquá/Divulgação
Prefeitos das cidades do Alto Tietê têm desafio de construir 18 creches para atender, ao menos, 6 mil crianças sem vagas.
 
O levantamento foi feito pelo DS em consulta às prefeituras. 
 
Atualmente, a região conta com 260 unidades e são atendidas 38.914 crianças. Os dados são das secretarias de Educação e referem-se a Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano.
 
Em Suzano, a Secretaria de Educação informou que cadastra solicitação junto ao governo federal para construção de três novas creches na cidade. 
 
Em paralelo a primeira ação, a pasta ressaltou que tem ampliado as unidades escolares existentes. Hoje, há 24 creches municipais e 20 conveniadas. Ao todo, 6.078 crianças de 0 a 3 anos são atendidas. “Nossa meta é ofertar um número cada vez maior de vagas em creches. Inclusive, reforçamos esse pedido de construção junto ao Ministério da Educação e também estamos estudando a possibilidade de ampliação do atendimento por meio de chamada pública para novas creches comunitárias”, comentou o secretário de Educação, Leandro Bassini.
 
Por outro lado, a Prefeitura de Poá afirmou que o déficit de creches no município é de aproximadamente 10 unidades. Segundo a Secretaria de Educação, existem 13 creches na cidade, para o atendimento de 1.148 crianças. A pasta ainda reforçou que tem a expectativa de construir novas unidades. Contudo, até o momento não há estimativa de datas e locais devido à crise financeira.
 
Em Ferraz, a Prefeitura esclareceu que há uma demanda de 612 vagas, o que representa um déficit de cinco unidades escolares. Atualmente, existem 34 creches e são atendidas 3.739 crianças de 0 a 3 anos no município. De acordo com o Executivo, duas unidades de educação estão em construção, uma na Vila Corrêa e outra no Parque São Francisco, com entrega prevista para março de 2022. Além disso, há previsão de início da construção em 2022 de uma creche no Jardim Anchieta. Em outubro deste ano a cidade vai inaugurar uma escola e irá ampliar outra unidade, para zerar a demanda.

A secretária de Educação de Ferraz, Adriane Alcantara, destacou que “há muito a ser realizado e estamos tomando as medidas possíveis considerando o orçamento municipal e os trâmites administrativos para a execução dessas melhorias”. 

Já em Mogi há 3.292 inscritos que aguardam por vagas de 0 a 3 anos no Cadastro Municipal Unificado (CMU). Hoje, tem 103 creches subvencionadas e 15 municipais. Na cidade, são atendidas 9.803 crianças de 0 a 3 anos nas creches e na fase de pré-escola, que contempla crianças de 4 e 5 anos, são atendidos 10.146 alunos. Total de 19.949 matrículas. A Secretaria de Educação afirmou que serão reinauguradas, neste mês, duas unidades em Jundiapeba e ainda, no segundo semestre, mais uma unidade na Vila Estação deverá entrar em funcionamento.

Em Itaquá, a Prefeitura informou que aproximadamente 2 mil crianças estão fora das creches. A cidade conta com 51 unidades, com cerca de 8 mil crianças. O Executivo pretende entregar mais cinco creches até o fim deste ano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias