Envie seu vídeo(11) 4745-6900
quinta 26 de maio de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/05/2022
COVID CENTRO MÉDICO
CAMPANHA INSTITUCIONAL 2022 - PI 49989 TOPO

Região pode ganhar 199 novas câmeras de segurança em 2022

Atualmente região já conta com cerca de 599 instaladas para reforço na segurança. Novos equipamentos serão instalados

Por Lucas Lima - de Suzano16 JAN 2022 - 13h00
Novas câmeras serão instaladasFoto: Divulgação/Secop Suzano
As cidades do Alto Tietê planejam para 2022 a instalação de pelo menos 199 novas câmeras de monitoramento. Atualmente a região já conta com pelo menos 599 aparelhos instalados. Os números consideram seis cidades. 
 
O principal objetivo das prefeituras é reforçar a segurança nos espaços públicos, tanto no sentido de inibir, identificar e prevenir furtos, tráfico de drogas, acidentes de trânsito, como para preservar a integridade dos cidadãos. Os aparelhos também auxiliam no trabalho da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar. 
 
Em Suzano, atualmente são contabilizadas 78 câmeras de segurança espalhadas pela área central, centro expandido, Parque Maria Helena e Miguel Badra. 
 
Além disso, a equipe da Central de Segurança Integrada (CSI) ainda tem acesso a outras 33 do Sistema Detecta, instaladas nas entradas e saídas da cidade em parceria com o governo do Estado. No total, são 111 equipamentos. 
 
Para o começo do ano que vem, o Executivo informou que já está prevista a implantação de mais quatro câmeras de monitoramento do Sistema Detecta em pontos estratégicos da região da Casa Branca. A aquisição aguarda tramitação junto ao governo do Estado. 
 
Ferraz de Vasconcelos não conta, atualmente, com câmeras de monitoramento. De acordo com a Secretaria de Segurança Urbana de Ferraz de Vasconcelos, chefiada por Renato Gomes da Silva, a Prefeitura já firmou contrato com a empresa responsável. Neste primeiro momento serão instaladas 100 câmeras na cidade naqueles que são considerados os pontos mais vulneráveis.
 
Além disso, ainda para o primeiro semestre, serão instaladas mais 55 câmeras exclusivamente em escolas do município e essas câmeras serão agregadas ao sistema de monitoramento integrado.
 
Já em Mogi das Cruzes, atualmente são contabilizadas 113 câmeras de monitoramento em vias municipais e espaços públicos. Para 2022, a Prefeitura tem o projeto de ampliar este número, reforçando o monitoramento. 
 
Outro projeto importante para o próximo ano é a instalação de barreiras eletrônicas com leitor automático de placas nas principais entradas e saídas da cidade e em outros pontos estratégicos. 
 
Em Itaquaquecetuba, a Prefeitura informou que o sistema de câmeras de vigilância está programado para ser recuperado em 2022 após estudos que viabilizem a locação de equipamentos distribuídos na cidade. 
 
Atualmente Poá tem 65 câmeras de monitoramento instaladas e conta com a previsão de mais dez, assim que for feita a compra e a instalação. De acordo com o Executivo, os pontos de instalação ainda serão definidos. O reforço será possível através do investimento de R$ 500 mil reais de uma emenda parlamentar. 
 
Na cidade de Guararema, o Executivo informou que planeja, não necessariamente para 2022, ampliar para locais da Região Norte que ainda não foram contemplados com o monitoramento, assim como Região Sul, e mesmo no Centro em locais que se façam necessários. A cidade conta com 170 câmeras instaladas. 
 
Já em Arujá, a Secretaria Municipal de Segurança detalhou que há projeto para instalação de cerca de 100 câmeras na cidade, reforçando as áreas mais críticas e estendendo a todas as áreas da cidade. Atualmente a cidade já possui mais de 30 câmeras instaladas em vias públicas. 
 
Até o fechamento desta reportagem, as prefeituras de Salesópolis, Biritiba Mirim e Santa Isabel não retornaram o contato feito pelo DS.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias