Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 22 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2020
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC OUT ROSA
Pmmc Sarampo Outubro
ÚNICCO POÁ

Registros de homicídios têm queda de 27% no Alto Tietê, aponta SSP

26 JUL 2016 - 08h00

Os registros de homicídios na região tiveram queda de 27% no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Dados divulgados ontem pela Secretaria de Estado de Segurança Pública apontam que foram computadas 68 mortes violentas entre janeiro e junho. Em 2015, foram 93 registros.

O número de vítimas de assassinatos também diminuíram. Foram 103, no primeiro semestre de 2015, e 69, no mesmo período deste ano. Uma queda de 33,01%.

Somente três cidades tiveram crescimento do número de homicídios. Santa Isabel, que passou de nenhum caso no ano passado para um neste ano; Poá, com dois registros em 2015 e quatro neste ano (as duas tiveram aumento de 100%) e Ferraz de Vasconcelos, com sete assassinatos no ano passado e 12 neste ano. Um crescimento de 71,43%.

Sete cidades tiveram redução de casos. Salesópolis, com uma morte violenta no ano passado e nenhuma neste ano; e Guararema com três registros no ano passado e nenhum neste ano.

Arujá também computou queda de 30%. Foram dez homicídios no ano passado e sete neste ano. Biritiba Mirim teve redução de 50%, com duas mortes violentas no ano passado e uma, em 2016.

Itaquaquecetuba computou uma diminuição de 18,18% no número de casos. A cidade registrou 20 mortes violentas no ano passado e 18 neste ano, o que a torna com maior número da região.

Mogi das Cruzes teve uma redução de 48,39% nos casos. Com 31 assassinatos no ano passado e 18, no primeiro semestre deste ano. Suzano computou uma diminuição de casos parecida com a cidade mogiana (47,06%), com 17 casos entre janeiro e junho do ano passado e nove neste ano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias