Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo

Regularização fundiária começa na Vila Amélia

02 OUT 2015 - 08h01

 Mais um processo de regularização fundiária foi iniciado ontem, em Poá. Equipe das Secretarias de Habitação e de Serviços Urbanos esteve na Rua Tanqui, travessa da via Yaksugin (altura do nº386) no bairro da Vila Amélia para início das medidas práticas para a regularização de imóveis.

De acordo com o secretário de Habitação, Osmar Schneider, na área, que é pública, estão morando 15 famílias. "O primeiro passo para a efetivação do processo de regularização fundiária está sendo realizado com a medição de cada imóvel e o cadastro da família. Para tanto, o topógrafo da Prefeitura está no local, visitando casa por casa para verificar a área que cada uma ocupa', explicou.

Após o mapeamento que será apurado de forma individual, a Secretaria de Habitação dará sequência ao processo com base na Lei nº 3.795/2015 que autoriza o Poder Executivo a regularizar áreas utilizadas exclusivamente para moradias.

Para Nailson Elias Barbosa, que mora no local há nove anos, esta será uma grande conquista para ele e seus vizinhos, já que ter a situação regularizada é o maior desejo de todos.

"Ter a sua água, a sua luz de forma individual e pagar os seus impostos e viver uma vida tranquila é o que queremos", afirmou o poaense.

Com todos os dados burocráticos apurados, como mapeamento de cada imóvel, quantidade de famílias, pessoas que habitam no local, entre outros, será feito o projeto de regularização e encaminhado para Câmara Municipal, já que a área é pública e o Poder Legislativo, como representante da população, determinará de que maneira acontecerá o processo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias