Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
PMMC COVID LAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE

Reposição de aulas começa nesta semana em escolas desocupadas

22 DEZ 2015 - 07h00

 As escolas que foram ocupadas no Alto Tietê em protesto contra a reorganização escolar, proposta pelo governo do Estado de São Paulo que foi adiado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), começam a aplicar a reposição das aulas nesta semana. As unidades chegaram a ficar 12 dias sem aulas devido às ocupações e agora precisam concluir o período letivo do ano, de 200 dias. De acordo com a dirigente de ensino de Itaquaquecetuba e Poá, Marli Rodrigues Siqueira, os alunos das escolas Cícero Antônio de Sá Ramalho, em Itaquá, e Benedita Garcia Cruz, em Poá, farão a reposição.

Segundo Marli, o início da reposição só pode acontecer após o final oficial do ensino letivo, que geralmente ocorre após 20 de dezembro. Contudo, não foi informado o dia exato que cada uma dessas escolas iniciam a reposição.

Na Escola Estadual (E.E) Cícero Antônio de Sá Ramalho, do bairro Monte Belo, em Itaquaquecetuba, os alunos devem voltar às aulas nesta semana para iniciar a reposição de sete dias perdidos de aulas, até o dia 31 de dezembro. "É importante lembrar que reposição não é o termo correto, porque os dias em que as escolas permaneceram ocupadas foram considerados recesso escolar, então a medida é de cumprimento do ano letivo", explicou Marli.

Já a escola Benedita Garcia Cruz, ocupada durante 19 dias, sendo 12 dias de aulas perdidas, fará a reposição até a segunda quinzena de janeiro.

"A própria escola realizou uma reunião do conselho de escolar, com pais, alunos, docentes e funcionários. No calendário de reposição também precisou ser considerado essa premissa para a reposição", comentou a dirigente. Marli falou da necessidade do apoio dos pais. "Precisamos contar com o apoio das famílias para que de fato os alunos possam freqüentar as aulas. Eu espero que haja o comprometimento de todos os envolvidos para que ocorra o fim desse ano do jeito que tem que terminar. Lembrando que a retenção por faltas pode ocorrer já que a reposição vai ter freqüência controlada", pontuou.

A E.E Professora Nanci Cristina do Espírito Santo, no Jardim Santa Helena, em Poá, já realizou a reposição das aulas perdidas. Isso porque a unidade ficou apenas quatro dias ocupada, sendo que dois foram dias úteis. As aulas foram repostas aos sábados. A unidade de Mogi das Cruzes ocupada, a E.E professor Francisco de Souza Mello, no Botujuru, não precisará passar por reposição de aulas, já que a unidade manteve o ensino durante a ocupação dos estudantes nas áreas administrativas do prédio.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias