Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 28 de fevereiro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/02/2020
CENTRO ONCOLÓGICO
PMMC SARAMPO
CENTRO MÉDICO
MAGIC CITY

Segundo maior volume de chuva em 77 anos deixa cidade em estado de alerta para alagamentos

Por de Mogi10 FEV 2020 - 15h45
Prefeitura de Mogi decreta estado de alerta sobre temporal na regiãoFoto: Divulgação

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está em estado de atenção máxima por conta do grande volume de chuva registrado entre a noite de domingo (09/02) e esta segunda-feira (10/02) nas cidades ao longo do rio Tietê na região. Apesar de não terem sido registradas ocorrências durante a noite e madrugada em Mogi, com o fechamento das comportas da Barragem da Penha, na Zona Leste de São Paulo, poderão acontecer alagamentos em bairros ribeirinhos da cidade durante esta tarde.

“O volume de águas acumulado na Barragem da Penha é tão grande que está passando por cima das comportas. Toda a nossa Defesa Civil está monitorando de perto a situação do Tietê em Mogi das Cruzes e dos afluentes, como o rio Jundiaí, que já estavam com níveis bem elevados antes mesmo de toda essa chuva que caiu”, destacou o prefeito Marcus Melo. 

Entre a noite de domingo e a manhã desta segunda-feira, a chuva acumulada na Capital chegou a 110 milímetros. O Instituto Nacional de Meteorologia informou que é o segundo maior volume de chuvas para fevereiro em mais de 77 anos. 

“Estamos em contato permanente com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente para que as cidades da região sejam informadas imediatamente sobre qualquer manobra técnica nas represas que possam provocar transtornos nas cidades da Região”, afirmou o prefeito.

Em Mogi das Cruzes, o nível de chuva entre as 19 horas de domingo e as 7 horas desta segunda-feira foi de 36,6 mm, de acordo com o ponto de medição do DAEE, na Ponte Grande. O nível do rio Tietê, às 7 horas, era de 3,30 metros no mesmo ponto de medição. No início da tarde, o nível chegou a 3,59 metros.

 Desde o dia 1º de dezembro, está em andamento a Operação Verão, coordenada pela Defesa Civil, com a participação de secretarias municipais, órgãos estaduais e empresas concessionárias. Durante a Operação Verão, a prioridade é o atendimento a ocorrências causadas pelas chuvas, bem como o monitoramento de áreas de risco e ribeirinhas.

Os telefones para emergências são o 199, da Defesa Civil, e o 153, da Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias