Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Domingo 22 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Zé Biruta nega demissões, descarta eventos festivos e revela economia

De acordo com o prefeito, maior presente do município neste ano foi limpar o nome em relação às dívidas que foram deixadas

Por Lucas Lima - De Ferraz12 OUT 2017 - 10h55
Em entrevista, Zé Biruta fez balanço e detalhou situação de FerrazFoto: Sabrina Silva/Divulgação

O prefeito de Ferraz de Vasconcelos, José Carlos Fernandes Chacon (PRB), o Zé Biruta, descartou, nesta quarta-feira (11), em entrevista coletiva, qualquer tipo de grande evento festivo no aniversário da cidade, que comemora 64 anos no sábado. O motivo é a falta de recursos. De acordo com o prefeito, o maior presente do município neste ano foi limpar o nome em relação às dívidas que foram deixadas nos últimos mandatos. Ele também negou a intenção de demitir 1,2 mil funcionários da administração. "Não vamos ter evento. Na terça-feira hasteamos a bandeira em homenagem ao município. Estamos há dez meses no mandato e a cada dia temos uma novidade. Um precatório que chega, é um fornecedor que não consegue receber, entre outros.

Algumas coisas estão sendo pagas por indenizações, mas até isso é difícil. Isso porque uma parte do pessoal que recebia essas mercadorias nem estão mais na Prefeitura. Desfile seria o correto, mas não temos moral para falar com os professores, pais e alunos para realizarem a ação. Primeiro que não sei a última vez que entregaram uniforme escolar. Eu mesmo não entreguei, então vamos deixar para o ano que vem", lamentou Zé Biruta.
 
Ele afirmou ainda que tem trabalhado para tirar a cidade da situação de falta de recursos. "Maior presente que consegui foi limpar o nome da cidade. Só que isso custou muito caro, está custando e vai continuar custando por muitos anos. Tivemos que renegociar todas as dívidas da Prefeitura. Orçamento hoje é de R$ 300 milhões, mas na verdade vai ser arrecadado em média R$ 280 milhões. Herdamos uma dívida de R$ 600 milhões. Só de INSS foram R$ 200 milhões, mais precatório, EDP Bandeirantes, Sabesp, fornecedores, entre outros. Estamos conseguimos contornar tudo isso. Só que hoje em dia, tudo custa para a Prefeitura R$ 4 milhões por mês. Durante o ano, isso dá praticamente quase R$ 50 milhões".
 
A expectativa para o próximo ano é melhorar a comemoração. "Daqui um ano pelo menos um bolo e uma vela terá, essa é a nossa ideia. Sempre fizemos. Mas esse ano não justifica o jeito que a cidade está e fazermos uma festa", completou Zé Biruta. 
 
Economia
Segundo o prefeito, a administração municipal tem economizado na medida do possível. "Trabalhamos na mesma proporção e estamos gastando menos. Um caso, por exemplo, é da merenda escolar. Ferraz tem uma das melhores e é a única cidade que oferece fruta três vezes por semana para as crianças. Até o final do ano acredito que vamos economizar de R$ 8 a R$ 10 milhões em relação ao ano passado. Não há mágica, fornecedor é o mesmo, contrato é o mesmo e a merenda é a mesma. Igual ao contrato do ônibus escolar, que venceu, e fizemos uma nova licitação. A Prefeitura pagava R$ 278 mil para transportar os alunos. Hoje custa R$ 140 mil. Mesmo trabalho por um preço menor”.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias