Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo

Social 26/06/2016

26 JUN 2016 - 08h01
*entrevista Wellington da Silva Santos

Qual sua formação? Wellington da Silva Santos – Sou formado em direito pela faculdade UMC, turma 2000.

Como o Direito entrou em sua vida? Wellington – Uma pessoa da minha família precisou contratar um advogado para defendê-lo e acompanhei o trabalho daquele profissional e percebi que era aquilo que eu queria para minha vida, sendo que desde então estudei e luto todos os dias me espelhando naquele ótimo profissional. Qual a área de atuação? Wellington – Empresarial, Cível, Família, Trabalhista e Criminal, em parceria com meu sócio Cristian Ricardo Sivera. Como foi vencer as eleições para a presidência da OAB de Suzano? Wellington – Foi a conquista de um grupo de advogados que acreditam em uma advocacia unida, forte e renovada. O que precisa ser mudado na OAB de Suzano? Wellington – Muitas mudanças foram feitas e mais algumas estão sendo realizadas, pois nosso objetivo é estar sempre presente em todos os momentos de interesse da nossa sociedade suzanense e na proteção das prerrogativas de todos os advogados que atuam na nossa cidade, dando ótimas condições para os mesmos exercerem o seu labor.

Hoje Vera L. Guilherme Tabach, Beth Victoretti, Denise C. Verreschi, Lara do Carmo da Silva Lima, Larissa do Carmo da Silva Lima, Luciane Venâncio, José Renato Fonseca Silveira, Maria Helena Coura, Luisa Amorim, Edna Bomfim, Carla Pozo, Ana Paula Lopes, Wilson Garcia e Márcia de Simone Meira. Amanhã Marcelo Trinca, Renata Horigome, Mônica S. Souza, Lucília Mendonça Felippe, Juliana Sallarola Takao, Isabela Pizzolato, Mônica Mello, Sonia Lira Coelho, Elenilce B. Santos Bastos, Leila Lavely, Meire Tognin, Renata Lopes do Nascimento, Silas Puerta, Natália Castro, Luciane Zajec e Marli Maldonado.
Ainda vemos filas enormes para atender a população carente. Isso vai mudar? Wellington – Desde que assumimos a nossa gestão, esse é um assunto de extrema preocupação, que estamos tentando resolver, almejando dar um atendimento digno à população carente da nossa cidade. Vários estudos estão sendo realizados, com a implantação de um agendamento telefônico ou pela internet, como por exemplo. E a nova sede da OAB? Quando sairá do papel? Wellington – Isso infelizmente não depende de apenas de nós, pois desde as gestões anteriores há algumas tratativas em andamento, às quais, encerrando o processo eletivo que se aproxima, retomaremos com força total, para que o mais breve possível a advocacia suzanense tenha sua sede própria. Será na rua Paraná, em frente a nova sede da Câmara Municipal de Suzano. Às vésperas de uma nova eleição vemos o Direito sendo debatido em todas as esferas por conta da corrupção. Como vê a atuação dos advogados neste momento? Wellington – Como a própria Constituição prevê, o advogado é indispensável à administração da Justiça, sendo que as atuações dos advogados não se confundem com os atos de seus clientes, sendo que nós advogados somos parte das engrenagens que compõe a Justiça. Além do fato de serem instrumentos que garantem os princípios constitucionais da ampla defesa, do contraditório e do devido processo legal. As leis não precisam ser modernizadas e serem mais severas para quem comete crime no Brasil? Wellington – Não concordo com tal afirmação, acho apenas que o processo deveria ser mais célere, para dar uma resposta a toda sociedade e ainda mais dos jurisdicionados, sendo que o sistema prisional deveria ser alvo de novos estudos para assegurar a ressocialização dos apenados, visando que o mesmo após cumprir sua pena, tenha o direito de não voltar a praticar delitos. Acredito que uma educação mais moderna e estruturada dará mais resultados positivos e frutíferos para nossa sociedade do que penas mais severas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias