Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID LAR
PMMC COVID SAÚDE

Um peso eterno de glória!

24 ABR 2016 - 08h00

SUELIComo suportamos as dificuldades da vida? Resistimos firmes, ou nos entregamos à tristeza e depressão? São muitos os motivos que podem nos deixar cabisbaixos, desanimados... Se não tivermos posicionamento, seremos "engolidos" pelas circunstâncias. De que modo as lutas que enfrentamos afetam nossa confiança em Deus? Poucos de nós já experimentamos perdas tão terríveis quanto às de Jó. Felizmente, não precisamos ver as perdas tão de perto quanto Jó para aprendermos com ele uma grande lição - quando tudo o que     Jó possuía se perdeu, ele manteve a esperança em seu Redentor - "Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra". (Jó 19:25-26) Com essa afirmação, Jó estava dizendo que sua confiança em Deus não se limitava apenas a essa vida aqui. Ele não dependia de suas posses, de seus amigos, de sua família, ou de circunstâncias favoráveis. Ele confiava plenamente em Deus, que é o único em quem nossa fé pode descansar segura.

Jó não barganhou com Deus, dizendo: "vou confiar em Ti, se tu fizeres minha vida melhorar". Não. Mesmo com o coração dilacerado pela dor, Jó exclama que ainda sabe duas coisas: "eu sei que o meu Redentor vive" e "verei a Deus". A mesma verdade Paulo expressa em Romanos 8:38-39 -"Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor".

Não se desespere, quando estiver passando por momentos difíceis. Ainda que pareça impossível - levante e ande. Mesmo que os ventos sejam desfavoráveis, existe um Deus que tem poder e autoridade sobre todas as coisas. Mantenha a sua alma alegre. Resista bravamente, pois o "deserto" não é para sempre. Na hora certa, Deus manifestará a Sua glória. "Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente". (2 Coríntios 4:17)     Tome a decisão de estar em paz e alegria hoje, apesar de tudo. "Vou ter um coração agradecido. Vou pensar que Deus me dará a saída. Vou olhar para as coisas boas que Deus tem feito. Vou ser um vencedor, porque Cristo me dá forças para enfrentar qualquer situação".

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias