Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 24 de junho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/06/2019
PMMC JUNHO VERDE
Governo do Estado - Feminicídio
PMMC AGASALHO
Caderno D

A jornalista que ‘fala’ com as panelas

Marilucy Cardoso preferiu trocar os estúdios e as redações pela cozinha

Por Daniel Marques - de Suzano20 MAI 2019 - 15h18
Marilucy Cardoso preferiu trocar os estúdios e as redações pela cozinhaFoto: Bruna Nascimento/DS
Marilucy Cardoso conviveu no ambiente do jornalismo televisivo durante 18 anos. Buscar informação sempre foi rotina na vida da jornalista. Ela apresentava e editava o jornal "Diário TV", na afiliada da Rede Globo em Mogi das Cruzes.
Mas, no ano passado optou por trocar os estúdios e as redações pela cozinha. Em setembro de 2018, Marilucy passou a se dedicar apenas à cozinha e à costura. Um "hobby", segundo ela mesma classificou.
 
Em conversa ao vivo no Programa DS Entrevista, a jornalista - que, como ela mesmo diz "conversa com as panelas" - revela os motivos que a fizeram mudar de rotina. 
 
Ela disse estar muito feliz com a mudança. Para ela, a decisão de sair da TV para se dedicar ao "Blog à Bolonhesa" no canal do YouTube foi “muito bem pensada”. "As pessoas de lá (TV Diário) compreenderam esse motivo, que é de rever, abrir novas portas para a vida profissional, e impulsionada por essa paixão que é o blog", contou.
 
Ela começou escrevendo crônicas para um site de compras coletivas. Nele, percebeu que é possível que o leitor seja mais próximo do jornalista.  "Comecei a gostar. Os textos tiveram audiência muito boa e me ajudaram a refletir sobre o meu cotidiano e minha vida", disse.
 
Marilucy diz que sempre gostou de cozinhar. Durante a vida de repórter de rua, tinha pouco tempo com os filhos. Por isso, chamava os amigos para a casa dela, onde cozinhava. 
 
Era dessa forma que ela se mantinha próxima dos amigos e filhos. Conseguia se socializar e unir as pessoas em função da comida. "Quando eu falo que converso com as panelas, é que quando estou fazendo uma receita nova e vejo o bolo crescendo, eu falo 'Olha, dá certo, tá? Fica bonito'. Converso mesmo e acho que essa energia na cozinha funciona muito. A cozinha serviu para unir as pessoas, os meus amigos, a minha família", revelou.
 
Adaptação com as redes sociais
 
No YouTube, Marilucy diz que o público, que na maioria é de mulheres entre 30 e 60 anos, não se importa com todo aquele aparato da TV. Ela diz que a concorrência na plataforma é muito grande. 
 
"Tem pessoas consagradas lá dentro". Ela contou que uma vez um chefe de cozinha falou que ela precisava ser mais despojada e que seu português era muito correto, rebuscado. Ela rebateu. "Eu falei: 'eu tenho que ser eu', não posso virar o que eu não sou para ter audiência. A gente se adéqua, mas não modifica completamente".
 
Inspiração
 
Marilucy citou Rita Lobo como uma pessoa que ensina a cozinhar.  Segundo ela, quem faz o que ela faz, acerta. "As pessoas falam que o meu blog é muito detalhista, mas eu quero que a pessoa faça e dê certo", disse.
 
Volta?
 
Apesar da nova fase, a jornalista não descarta voltar a apresentar programas jornalísticos, mas que ela não tem essa vontade no momento. "A gente não pode dizer que dessa água não beberei. Não está nos meus planos, mas quem sabe?", disse."É um período sabático, tenho visto muitas séries, programas de culinária e costurado muito, o que toma muito tempo. Eu tenho ficado comigo mesma. Mas a gente acompanha e tem aquela paixão pela notícia", completou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias