segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Caderno D

‘Chorinho de Uma Roda Só’ vai ser apresentado na estação de Mogi

30 maio 2017 - 08h00

O espetáculo cômico "Chorinho de Uma Roda Só" da trupe Exército Contra Nada passará pela estação de Mogi das Cruzes, que atende a Linha 11 - Coral, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Além de Mogi, outras sete estações recebem a peça. A estreia acontece amanhã, às 16 horas, na Estação de Carapicuíba (Linha 8 - Diamante). Em Mogi, a encenação será no dia 2 de junho, também às 16 horas. O show de palhaçaria, equilibrismo e música narra a saga de um palhaço em busca de superar as dificuldades cotidianas para dar um novo significado à sua existência. Na estação, o palhaço carregador de bagagens perambula com seus únicos bens: uma carroça com alguns poucos objetos e um banjo cavaco. Faminto e sem dinheiro, ele tenta criar um espetáculo para sair dessa situação. Porém, a carroça velha não ajuda, quebra e perde uma roda, transformando-se em um monociclo. O que parecia o fim da linha, transforma-se em uma nova possibilidade e em um grande desafio: apresentar um show em uma roda só. Entre saltos e giros, o palhaço tenta equilibrar-se em seu novo monociclo ao mesmo tempo em que toca "Brasileirinho" - música ícone do chorinho - no banjo cavaco. Nesta performance, a estação faz parte da mesma narrativa e sequência de ações do personagem. "O carregador de bagagens está numa estação, lugar de passagem, por onde também trafegam questões como pertencimento, autonomia, ajuda coletiva e onde acredito estar uma classe social que, muitas vezes por necessidade, assim como o personagem aprende, com maestria, converter dificuldades em novas possibilidades", comenta o artista e diretor circense do espetáculo, Rafael de Barros. A peça passará ainda pelas estações Prefeito Celso Daniel-Santo André (Linha 10-Turquesa), na quinta-feira; Franco da Rocha (Linha 7-Rubi), no dia 5 de junho; Osasco (Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda); no dia 6; Palmeiras-Barra Funda (Linhas 7-Rubi e 8-Diamante), no dia 7; Tatuapé (Linhas 11-Coral e 12-Safira), no dia 8; e Luz (Linhas 7-Rubi e 11-Coral), no dia 9. As apresentações são sempre às 16 horas e gratuitas para os usuários da CPTM. o artista Uma das grandes revelações do circo contemporâneo, Rafael de Barros nasceu em1987, em Santo André. Pesquisador, ator, diretor, palhaço, músico e contador de histórias, é formado em Artes Cênicas com Habilitação em Interpretação Teatral pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Em 2010, criou o Exército Contra Nada, um circo nômade que apresenta performances cômicas numa linguagem universal. A trupe já percorreu as ruas de mais de 80 cidades no Brasil, além de cidades na Argentina, Peru, Espanha e Grécia. Rafael de Barros já fez residência artística na CalClown (Escola de Palhaços de Barcelona), além de oficinas com grandes mestres contemporâneos do riso, como Chacovachi (Argentina), Ricardo Pucetti - iniciação e avançado (LUME), Palhaço Tomate (Argentina), Cia. Familie Floz (Alemanha), Angela de Castro (Inglaterra/ Brasil), e Loco Brusca (Espanha). Articulador da RBTR (Rede Brasileira de Teatro de Rua), faz parte do elenco fixo do Plantão Sorriso. "Chorinho de uma roda só" foi contemplado pelo Programa de Apoio à Cultura (ProAC) pelo edital "Produção e apresentações de número circense" e faz parte da pesquisa de mestrado do artista. Depois da turnê na CPTM, o artista vai para Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia, com shows em circos, teatros e festivais de arte de rua.

Deixe seu Comentário

Leia Também