Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 16 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/07/2019
PMMC INVERNO
PMMC AGASALHO
CENTERPLEX HOMEM ARANHA 11 A 17/07/2019
Caderno D

‘Heróis’, diz presidente de ONG sobre moradores do Jardim Maitê

Atividades como dança e circo ajudam famílias do bairro, que recente, sofreram com situações de alagamentos

Por Daniel Marques - de Suzano27 ABR 2019 - 23h38
Presidente da ONG Esperança e Destino, Graziella PorfírioFoto: Bruna Nascimento/DS
A presidente da ONG Esperança e Destino, Graziella Porfírio, concedeu entrevista exclusiva ao DS e falou sobre um projeto social no bairro do Jardim Maitê.
 
Atualmente, a ONG atende 130 crianças que participam de cursos de dança. Incluindo balé, dança de rua e outros, além de circo, que é o carro-chefe. Jovens, de 7 a 18 anos, participam de quarta-feira à sábado, das 9 horas às 11:30 e das 13 às 16 horas. 
 
Um dos desafios da ONG é comportar todas as crianças. Por isso, os jovens participam de forma rotativa. A casa é pequena. Desta forma, as crianças não ficam o tempo todo no local. "Temos uma fila de espera gigante e estamos trabalhando para que mais crianças participem", conta Graziella.
 
A pedagoga mora próxima ao Jardim Maitê e conta que, desde que casou, tem envolvimento com ações de assistência social na cidade. "Queríamos fazer algo relacionado à esperança e destino, daí surgiu o nome. As pessoas passam por momentos que precisam disso", conta.
 
Ela disse que o Jardim Maitê é um bairro carente, que demanda de cuidado e investimento. Graziella classificou os moradores como "heróis e heroínas", pois além de enfrentarem a correria do dia a dia, precisam encarar as adversidades que o bairro enfrenta, como os alagamentos frequentes (o Jardim Maitê fica bem ao lado da Represa Taiaçupeba e recentemente tem sofrido com as chuvas). 
 
"Durante os dois anos em que a ONG existe, nós vemos que quem passou por aqui se reinventa. Eles se superam. Hoje, as crianças falam que é um lugar bom de morar, diferente do que era antes, no qual muitas pessoas queriam sair", diz a presidente da ONG, que conta com voluntários que ajudam a manter o projeto.
 
Além dos voluntários, a ONG Esperança e Destino realiza bazares e rifas. Os voluntários e amigos ajudam nas demandas de água e luz. Recentemente, a organização realizou uma corrida para arrecadar fundos. "Vieram mais de mil pessoas. Correram na Estrada do Areião, foram 5 quilômetros. Foi lindo de ver! As pessoas participam quando é para ajudar. Isso que tem feito a nossa história crescer até aqui", relata.
 
Mostra Cultural
 
A casa fez o primeiro espetáculo no fim do ano passado. As crianças estrearam no palco e contaram um pouco da história da Esperança e Destino. Uma mostra cultural, com as oficinas, está prevista para ser realizada em junho no Jardim Maitê. "Mostraremos nosso trabalho nesse primeiro semestre na apresentação", diz.
 
Hulk no Maitê
 
Uma brincadeira, iniciada no ano passado, está rendendo uma campanha na internet. Os moradores do bairro estão usando a hashtag "#LucianoNoJardimMaitê" nas redes sociais do apresentador Luciano Hulk, pedindo para que ele venha para o bairro. 
 
Ele tem um quadro que conta histórias de sonhos e esperança e isso motivou os moradores a criarem a hashtag. "Fizemos a brincadeira, que teve muitos compartilhamentos. Estamos o chamando nas redes sociais. Quem sabe? Não é impossível", diz. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias