Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Teatro da Neura apresenta leitura dramática hoje no ‘Neurofobia’

26 MAI 2015 - 08h00

Para encerrar o ciclo de leituras dramáticas que integram o Neurofobia deste ano, o Teatro da Neura apresenta hoje "Os Sete Gatinhos ou A Última Virgem", baseada na obra do escritor pernambucano Nelson Rodrigues. Com direção de Antônio Nicodemo, fundador e um dos dramaturgos da companhia teatral, a encenação ocorre às 20 horas no Espaço N de Arte e Cultura. A entrada é gratuita, porém, é preciso chegar com uma hora de antecedência para a retirada dos ingressos.

Considera pelo grupo uma das obras mais brasileiras de Rodrigues, a leitura dramática conta a história de Silene, a última esperança do médium vidente Noronha de ver uma de suas filhas casadas. Para que esse sonho se torne possível, as quatro irmãs da moça recorrem à prostituição, com a finalidade de que a última virgem da família tenha um casamento decente. Entretanto, quando Silene retorna da escola, a imagem de harmonia que a família se esforçava para ter se estilhaça. Fato que desencadeia sentimentos perversos e situações absurdas.

"Os personagens desta leitura dramática são suburbanos, que habitam uma favela e que sobrevivem mais do que vivem. Apesar de ser um texto cômico, conta com muitos desfechos e tragédias. Esta obra de Nelson Rodrigues é a mais irônica e nos permitiu fazer uma montagem de uma forma não prevista. Acredito que ela seja o que mais se encaixa com o evento, porque, diferentemente de 'Dorotéia' e 'Anti-Nelson Rodrigues', esta é a primeira vez que a apresentamos. O texto tem muito bom humor, outra grande característica do escritor", revela Nicodemo.

Assim como "Dorotéia ou A Mulher Que Queria Ser Feia" e "Anti-Nelson Rodrigues ou Pequena Subversão Romântica Para se Comer Gente", "Os Sete Gatinhos" também vem precedido de um subtítulo, no caso "ou A Última Virgem". "A ideia de colocar o subtítulo de 'ou A Última Virgem' surgiu da necessidade de mostrar qual é o ponto mais forte da leitura dramática, que é caracterizada como uma tragédia carioca. Neste caso o sonho do médium vidente Noronha de casar ao menos uma de suas filhas. De todos os espetáculos do Nelson, este é o que mais gosto, porque o acho brasileiríssimo demais", finaliza o diretor.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias