Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 10 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 09/12/2019
Comercial Esperança
CENTERPLEX 05/12 A 11/12
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20
CENTRO ONCOLÓGICO
COLÉGIO PLENITUDE
COLUNA

Sueli Barão

É evangélica, professora escreve aos domingos

Moderação no falar

03 AGO 2019 - 23h59
A moderação e o equilíbrio devem fazer parte da vida de um cristão. '"Moderação" significa a virtude de permanecer na medida certa, comedimento, prudência. Moderado é quem evita extremos, quem tem autocontrole. Muitos textos da Bíblia falam sobre isso. Principalmente, sobre a moderação nas palavras. "Na multidão de palavras não falta pecado, mas o que modera os seus lábios é sábio". (Provérbios 10:19); "Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo". ( Tiago 3:2); "Porque Deus não nos deu o espírito de medo, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação". (II Timóteo 1:7); "Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia". (Tiago 3:17); Tudo o que existe em nosso universo veio a existir pelo poder da palavra. Disse Deus: "Haja luz. E houve luz". (Gênesis 1:3) A capacidade de comunicação é uma bênção. Todavia, se existe um problema comum a quase todos os homens, este é o uso inadequado do falar. A comunicação defeituosa, com ruído, inconsequente, é a raiz da maioria dos problemas entre as pessoas. Até mesmo uma piada pode-se transformar em um campo de batalha. O apóstolo Tiago escreveu sobre isso: "Com a língua bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procedem bênção e maldição. Porventura pode a fonte de um manancial dar ao mesmo tempo água doce e água amargosa?" (Tiago 3:9-11)
Em nossos relacionamentos precisamos exercitar o controle da língua. É uma tarefa árdua que exige vigilância constante. Em primeiro lugar, deve haver cuidado no falar. Nem tudo deve ser falado e, muito menos, compartilhado com os outros. Comentários costumam se transformar em "fofocas", que podem destruir a vida de uma pessoa. As calúnias e injúrias não devem fazer parte da vida de um cristão. A mídia, em geral, vive da venda de informações sobre a vida dos outros, refletindo a preferência da população. É incrível como muitos vivem preocupados com a vida do próximo, procurando apontar os defeitos dos outros, em vez de corrigirem os seus próprios defeitos! Além de cuidado com o que se fala, deve existir a honestidade no falar. Mas essa sinceridade deve ser acompanhada de misericórdia, de empatia, em vez de se tornar uma forma cruel de egoísmo para descarregar as nossas frustrações nos outros. Jesus disse que "a boca fala do que está cheio o coração". ( Mateus 12:34) A nossa fala também precisa ser sábia, edificando aqueles que a ouvem. (Efésios 4:29). Quantas vezes entristecemos o Espírito Santo de Deus ao falarmos palavras frívolas, seja em uma brincadeira ou em uma discussão? Devemos lembrar sempre que há um tempo para falar, e outro para ficar calado. (Eclesiastes 3:7) E como ficar calado é precioso, quando somos provocados? Confesso que já me arrependi de muitas coisas que falei; no entanto, não me arrependo dos momentos em que segurei as palavras, mesmo ficando sem defesa. É Deus quem nos justifica. ( Romanos 8:33) "Perturbai-vos e não pequeis; falai com o vosso coração sobre a vossa cama, e calai-vos". (Salmo 4:4) 
Vamos, portanto, praticar o que está em I Pedro 3:30: "Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes, refreie a sua língua do mal e evite que seus lábios falem dolosamente". Finalizo com as palavras do rei Davi no Salmo 19:14 - "Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a Tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!"
PMMC NATAL SORRISOS 2019
EPAMINONDAS ADVOGADOS
BANNER APS DESKTOP

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias