domingo 25 de fevereiro de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/02/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Editorial

A violência nas escolas

02 abril 2023 - 05h00

As ocorrências de ataques às escolas em todo o País trouxeram uma grande preocupação sobre a segurança nos prédios.
O DS traz, na edição deste domingo, reportagem mostrando o que cada cidade vem realizando para trazer um pouco mais da sensação de segurança nessas instituições de ensino.
Desde 2022, por exemplo, a Secretaria Municipal de Educação de Suzano concluiu a instalação de câmeras de monitoramento em todas as 74 escolas municipais de Suzano e na sede da pasta.
Cada unidade recebeu de 8 a 12 câmeras conectadas à Central de Segurança Integrada (CSI), totalizando 870 equipamentos de imagem. Além disso, as unidades também contam com o “Botão de Pânico” e rondas. O objetivo é garantir mais tranquilidade, segurança e qualidade no ensino.
Outras cidades recorrem ao mesmo procedimento com os equipamentos instalados na tentativa de reduzir ocorrências e até mesmo evitá-las. 
A instalação dos equipamentos é fruto de recursos próprios municipais, em Suzano, contemplando o custeio mensal para a manutenção das câmeras, botão de pânico, e rondas com moto e carro, contando com o apoio de seis equipes operacionais por turno.
Até então, apenas algumas escolas tinham câmeras internas por iniciativa própria. Com os novos equipamentos, todas as 74 unidades municipais foram contempladas, garantindo maior segurança aos alunos e funcionários. De acordo com o secretário municipal de Educação, Leandro Bassini, o trabalho é importante para que todos se sintam seguros para desempenhar suas atividades.
Segundo especialistas, as câmeras estão em ambientes estratégicos, sendo que as imagens são conectadas à CSI (Central de Segurança Integrada) e acompanhadas por agentes capacitados para esse trabalho junto à Educação. Em relação ao dispositivo ‘Botão de Pânico’, que pode ser acionado em caso de urgência, eles estão sendo redistribuídos às unidades com orientação individual a cada escola sobre a utilização e funcionalidade da ferramenta.
O caráter preventivo dos equipamentos deve contribuir para evitar novos episódios de violência.
A ‘Cultura de Paz’ é um assunto que entrou de vez na pauta na Educação de todas as cidades. Esse é um tema constantemente presente nas escolas, por meio de atividades em sala. A ideia é fazer com que todos os valores compreendidos em aula sejam também levados para casa, na convivência com a família e amigos. Com a conscientização e a segurança se fazendo presente, o objetivo é prevenir casos de violência.