Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Avaliação das gestões

11 OUT 2017 - 05h00
O DS trouxe na edição de ontem o resultado de uma pesquisa do Tribunal de Contas do Estado (TCE). 
A entidade fez avaliação das gestões das Prefeituras. A maior parte das cidades da região obtiveram nota C+, que significa que a gestão está em fase de adequação. A informação tem como base o ano de 2016.
A gestão pública é responsável, basicamente, por empregar os recursos públicos em benefício de toda a sociedade, sempre em busca de mais eficiência. Mas, para que esse resultado apareça, é preciso que os gestores invistam em qualificação profissional, com o intuito de otimizarem ao máximo sua atuação.
A cada dia, Estados e municípios buscam ampliar a geração de resultados e a inovação na administração pública.
O Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEG-M), que o DS divulgou ontem em reportagem, é feito levando em consideração diversos setores, como educação, saúde, planejamento e meio ambiente. A classificação é dividida em cinco faixas: altamente efetiva (A), muito efetiva (B+), efetiva (B), em fase de adequação (C+) e baixo nível de adequação (C).
Na região, quatro municípios receberam nota C+. São eles: Suzano, Biritiba Mirim, Itaquaquecetuba e Poá. Além disso, duas cidades receberam nota C (Salesópolis e Santa Isabel), duas tiveram índice B+ (Guararema e Mogi das Cruzes) e duas conseguiram nota B (Arujá e Ferraz de Vasconcelos).
Em comparação às informações divulgadas no ano passado (com base em 2015), cinco cidades mantiveram a mesma classificação. Além disso, duas apresentaram aumento no índice: Ferraz de Vasconcelos (passou de C+ para B) e Mogi das Cruzes (passou de B para B+). O levantamento também apontou que o índice teve queda em três municípios: Poá (passou de B para C+), Santa Isabel (tinha B e passou para C) e Suzano (passou de B para C+).
A Gestão Pública é responsável pelo desenvolvimento urbano e econômico de uma cidade. No entanto para que haja eficiência na gestão correspondente à administração de um município há que se estabelecer a organização na gestão, criar missões correspondentes ao desenvolvimento que se almeja alcançar para, enfim, realizar a gestão de forma eficiente e eficaz.
As notas podem significar uma avaliação que tem ou não de ser melhorada, ou aprimorada para o bem comum do cidadão.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias