Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Segunda 23 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/10/2017
mrv

Festa do Baruel

16 SET 2017 - 05h00
Tudo começou no Baruel. No local do atual bairro existia, há muitos séculos, mesmo antes da chegada dos colonizadores portugueses, uma tribo indígena guarani. 
A família Baruel permaneceu na região até meados do século XIX, quando a maioria das minas de ouro se extinguiram, mesmo assim a fazenda foi adquirida pelo mogiano o Capitão João Barbosa de Melo Ortiz, que conseguiu extrair mais 21 quilates de ouro.
 
Essa rica história do bairro se fortalece à medida em que ocorrem as edições da Festa de Nossa Senhora da Piedade em Louvor ao Divino Espírito Santo ou como é popularmente conhecida pelos suzanenses a Festa do Baruel, dará início as tradicionais celebrações da cidade.
O evento teve início ontem. No dia 23 serão realizadas as procissões, missa e o almoço com a Macarronada do Baruel.
 
A festa é de suma importância para manter viva a representatividade da "igrejinha" para a cidade. 
É bem verdade que Suzano nasceu naquele bairro e, por isso, é preciso manter viva a memória do espaço para o conjunto do município. 
A expectativa é atrair um grande público ao local. No dia 24, às 6 horas, acontecerá a caminhada Amélia Bianchi, que sai do Centro, da Rua Barão de Jaceguai e vai até a Igreja do Baruel. Na sequência será servido o café Neide Pião, para depois acontecer à missa campal celebrada pelo Bispo Diocesano Dom Pedro Luiz Stringhini.
 
A procissão dos santos festeiros ao redor da capela e a Macarronada do Baruel é outro ponto alto da festa. 
Mas o público que comparece ao local pode apreciar ainda música ao vivo e passear por algumas barracas típicas. 
Em 2016, a festa recebeu cerca de quatro mil pessoas, público cativo que deve repetir a visita neste ano. 
O evento, como de costume, teve quermesse, bingo, shows e atrações musicais, atividades que também serão realizadas no dia 23, a partir das 17 horas.
 
É uma festa tradicional que resgata um pouco da história de Suzano e mantém tradições que não podem ser esquecidas.
Por tudo isso, a festa fica cada vez mais importante com inúmeros eventos de resgate à história.
A expectativa é atrair um grande público que vai conhecer de perto as tradições onde tudo começou para Suzano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias