Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 23 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/07/2019
PMMC INVERNO
PMMC FÉRIAS
Centerplex Rei Leão
PMMC AGASALHO
PMMC ORQUIDEAS

Mais espera

03 MAI 2019 - 23h59
O DS publicou, na edição de ontem, reportagem mostrando que após a decisão do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de fechar o setor de perícias médicas da Agência da Previdência Social (APS) de Suzano, o tempo de espera por um agendamento pode aumentar, uma vez que os agendamentos sofrerão com as mudanças de localidade.
É, mais uma, informação preocupante. O jornal vem acompanhando passo-a-passo a situação dos atendimentos de perícias no INSS, em Suzano.
Muitos segurados reclamam que a transferência para Mogi, Itaquá e Guarulhos vai causar muitos prejuízos, uma vez que são postos mais distantes da cidade em que moram.
O dobro de tempo para agendamentos, conforme reportagem do DS, foi estipulado pela advogada previdenciária Luciana Moraes, que ainda destaca as dificuldades dos segurados de se deslocar às cidades vizinhas tendo em vista a baixa renda e a mobilidade reduzida dos mesmos. O tempo médio de agendamento é de 20 dias. Pode crescer para 40.
A reportagem mostrou que as demandas de Suzano, indo para outras localidades, pode afetar a espera pelos agendamentos das perícias, já que estarão "competindo" com as demandas locais. 
É de extrema importância que todos os serviços do INSS sejam realizados na cidade.
Só para se ter uma ideia, apesar de influenciar, de forma direta ou indireta, a vida de grande parte da população brasileira, a Previdência Social ainda é pouco conhecida. E são ainda menos conhecidos os seus impactos positivos para a sociedade brasileira. 
A Previdência Social faz parte da Seguridade Social. A Constituição de 1988 dotou esse termo para se referir a um conjunto de ações e serviços, de responsabilidade dos poderes públicos, que visa garantir à população bem-estar e justiça social. O sistema de Seguridade Social é formado por um tripé constituído pela saúde, assistência social e previdência social.
O INSS esclarece que mais de 1,3 mil atendimentos deixarão de ser feitos, por mês, na unidade suzanense. Desde o início da semana, as perícias já estão sendo feitas nas APS de Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes e Guarulhos. Luciana conta que a distância das outras unidades será extremamente prejudicial aos segurados de Suzano, uma vez que a maioria são pessoas de baixa renda, idosos e com mobilidade reduzida.
É importante que a decisão de suspender as perícias médicas no Posto de Suzano seja revista. A população segurada não pode ser prejudicada.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias