sábado 02 de março de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/03/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Editorial

Mirante

17 janeiro 2023 - 05h00

Suzano terá um parque muito importante, localizado no Sesc.
No segundo semestre do ano passado, o prefeito Rodrigo Ashiuchi assinou a ordem de serviço para construção do novo Parque Mirante do Sesc, às margens da Avenida Katsutoshi Naito, na região norte da cidade. A iniciativa prevê a revitalização da estrutura da antiga caixa d’água do bairro, conhecida como “Pirâmide do Sesc”, além da criação de uma unidade de preservação ambiental com espaço multiuso à população. 
O projeto terá investimento de R$ 1.560.862,43, por meio de subsídios da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa). 
A previsão é de que a construção seja concluída até o final do primeiro semestre de 2023.
Uma obra extremamente importante porque abre mais um espaço de lazer para a população da cidade.
Traz também uma opção para o Alto Tietê.
Essa é uma obra antiga reivindicada há muitos anos.
Ontem, o DS esteve no local. 
No entanto, apesar de todos os benefícios que o parque vai trazer, os moradores ouvidos pelo DS falaram sobre a falta de segurança no local.
Então é importante que as autoridades de segurança se atentem para o problema. O local está em obras e merece uma atenção especial.
Até porque no final será um espaço muito importante para a comunidade em geral.
Só para se ter uma ideia, de acordo com estudos técnicos, a Pirâmide do Sesc poderá ser mantida na localidade do novo Parque Mirante como um monumento turístico, sendo um símbolo da região que por anos foi abastecida pela antiga caixa d’água.
Agora, a ideia é manter a estrutura revitalizada no espaço de contemplação, recebendo fachadas de vidro e pinturas artísticas que representam a história do município. 
Além disso, a Prefeitura de Suzano vai criar um percurso de mountain bike para treinos dos ciclistas locais, podendo ainda futuramente abrigar grandes competições. 
Além do viés turístico, o local também representa um novo polo de desenvolvimento econômico na região, uma vez que poderá sediar feiras, eventos e diversas atividades esportivas e culturais em uma área de 2,7 mil metros quadrados com pavimentação.
Então, por toda a sua importância, é preciso um olhar especial para a segurança do local.
Que as autoridades municipal e estadual possam garantir a segurança que cada um dos moradorse reivindicam.