Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 18 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/08/2019
CENTERPLEX 15 A 21/08
PMMC - TRATA BRASIL

Novo acesso

06 AGO 2019 - 23h59
A mobilidade urbana refere-se às condições de deslocamento da população no espaço geográfico das cidades, afirmam especialistas.
O termo é geralmente empregado para referir-se ao trânsito de veículos e também de pedestres, seja através do transporte individual (carros, motos, etc.), seja através do uso de transportes coletivos (ônibus, metrôs, etc.).
Nos últimos anos, o debate sobre a mobilidade urbana no Brasil vem se acirrando cada vez mais, haja vista que a maior parte das grandes cidades do país vem encontrando dificuldades em desenvolver meios para diminuir a quantidade de congestionamentos ao longo do dia e o excesso de pedestres em áreas centrais dos espaços urbanos. Trata-se, também, de uma questão ambiental, pois o excesso de veículos nas ruas gera mais poluição, interferindo em problemas naturais e climáticos em larga escala e também nas próprias cidades, a exemplo do aumento do problema das ilhas de calor.
A implantação de novos acessos pode garantir melhoria no trânsito.
Na edição de ontem, o DS publicou reportagem mostrando que a Prefeitura de Suzano publicou edital no Diário Oficial sobre a construção de uma rotatória na bifurcação da Estrada dos Fernandes com a Estrada Santa Mônica e a Estrada José Nicola Venditti. A obra será realizada pela construtora MRV, sendo assim, não terá custos para o município. De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação, o início das obras, bem como prazo para conclusão investimentos e demais detalhes técnicos dependem da construtora. 
A área onde a rotatória será implantada deve ser desapropriada. Portanto, o próximo passo é seguir os trâmites legais e burocráticos para que as desapropriações sejam realizadas. O decreto determinou o local como área de interesse público.
A abordagem tradicional para aumentar a eficiência do trânsito é a construção de novas vias, mais modernas, projetadas para receber grandes quantidades de veículos. 
Entretanto, esse modelo, adotado com força total entre as décadas de 1960 e 1990 no Brasil, revela agora várias consequências perniciosas, segundo especialistas. 
Quanto mais estradas e faixas são abertas, pior parece ficar o trânsito. Isso porque, segundo especialistas, quanto mais espaço se dedica ao automóvel particular, maior o incentivo para que pessoas comprem carros e deixem de utilizar o transporte público ou meios alternativos de deslocamento. Isso significa mais carros nas ruas, mais espaço ocupado por pessoa e consequentemente, mais engarrafamentos e acidentes.
Em Suzano, a implantação da rotatória vai garantir melhores condições no trânsito da cidade e, consequentemente, dos pedestres.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias