Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 18 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/08/2019
PMMC - TRATA BRASIL
CENTERPLEX 15 A 21/08

Sarampo

13 JUN 2019 - 23h59
O sarampo é uma doença infectocontagiosa provocada por um Morbilivirus e transmitida por secreções das vias respiratórias como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse, afirmam médicos. 
O período de incubação, ou seja, o tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas, é de cerca de 12 dias, mas a transmissão pode ocorrer antes do aparecimento dos sintomas e estender-se até o quarto dia depois que surgiram placas avermelhadas na pele.
É uma doença potencialmente grave. Em gestantes, pode provocar aborto ou parto prematuro.
Nesta semana, o DS trouxe reportagem mostrando que a Secretaria de Saúde de Suzano fez um alerta sobre a importância de se imunizar contra o sarampo. 
A vacinação integra o calendário oficial, mas o reforço na divulgação neste momento se deve à realização da Copa América no Brasil, evento de massa de 14 de junho a 7 de julho, com jogo de abertura em São Paulo, que atrairá pessoas de vários países da América Latina e poderá aumentar os riscos de contágio desta e de outras doenças, e também por se tratar de um período em que cresce o número de viagens.
Para isso, basta ir a uma das 21 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Saúde da Família (USF) de Suzano com a caderneta de vacinação, em dias úteis, das 8h30 às 15h30. Quem não tiver a carteirinha, mas souber se já tomou alguma vez ou não, também poderá receber a dose. A imunização consiste na vacina tríplice viral para crianças a partir de 12 meses e tetra viral a partir dos 15 meses; duas doses para indivíduos até 29 anos; e uma dose para adultos acima de 30 anos e nascidos a partir de 1960. Mas o importante é que todas as crianças se vacinem conforme o calendário oficial.
A vacina ‘antissarampo’ é eficaz em cerca de 97% dos casos. Deve ser aplicada em duas doses: a primeira a partir do 12º mês de vida da criança e a segunda, entre os 15 e 24 meses, de acordo com a Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm). Exceção feita às mulheres grávidas e aos indivíduos imunodeprimidos, adultos que não foram vacinados e não tiveram a doença na infância também devem tomar a vacina.
É importante que a conscientização seja feita para que se evitem novos casos da doença.
A preocupação da Secretaria de Saúde é grande para manter a proteção contra a doença na cidade.
Só para se ter uma ideia, os principais sintomas do sarampo são febre e manchas vermelhas pelo corpo. Em caso de suspeita, a Vigilância Epidemiológica de Suzano deve ser notificada imediatamente, para necessidade de bloqueio e vacinação das pessoas em contato com o paciente ainda não imunizadas. Os telefones para contato são 4745-2026, 4745-2038 e 4745-2048. Segundo o setor, não há registro positivo da doença na cidade há mais de dez anos. No primeiro quadrimestre de 2019, 99% das crianças foram vacinadas contra sarampo em Suzano.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias