sexta 19 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Editorial

Segurança

25 julho 2017 - 05h00
Uma iniciativa que Suzano quer colocar em prática pode ajudar a aumentar a segurança da cidade. A Prefeitura anunciou que quer integrar as câmeras de comércios, casas e condomínios, além das estradas, ao sistema de monitoramento. O procedimento deve começar a ser implantado em três meses.
A cidade tem anunciado uma série de medidas para o setor, entre elas, a implantação do sistema de monitoramento no antigo prédio da Câmara e a criação da Ronda Ostensiva Municipal, com uma ação dos guardas civis municipais (GCMs) em padrão de “elite”. Além disso, a administração já anunciou que contratará novos agentes, por meio de concurso público.
O projeto de integração das câmeras se chama “Vigilância Solidária”. Na região, Poá já implantou o sistema. A partir das imagens que serão cedidas pelos munícipes, a Prefeitura afirma que fará a vigilância dos locais.
A Vigilância Solidária funciona com câmeras particulares que possuem ligação com a internet, assim, os aparelhos são acoplados a um sistema que integra as imagens ao monitoramento municipal.
Além destas medidas, a Prefeitura pretende ampliar o número de câmeras de monitoramento. Uma empresa foi contratada para verificar a situação dos equipamentos existentes nos prédios públicos.
A cidade estuda também fazer comodato para adquirir os equipamentos. Neste caso, a cidade arcaria com o pagamento mensal dos equipamentos, mas assim que as câmeras perdessem a utilidade, por exemplo, elas seriam trocadas pela empresa, assim como a manutenção, que fica sob a responsabilidade da fornecedora.
Uma análise foi feita por meio de uma conversa com a cidade de Três Pontas, no Rio. No local, o sistema foi adotado. A cidade possui 70 câmeras com um custo mensal de R$ 100 mil. 
Além das câmeras, os prédios públicos ganharão alarmes, assim, por meio do sistema de internet, serão feitos os monitoramos dos equipamentos municipais. 
Todas estas mudanças no sistema de segurança da cidade serão importantes para que a cidade seja melhor monitorada. Além das melhorias, a Central de Monitoramento, com mais câmeras, deve ajudar a inibir a criminalidade na cidade.
É importante que a parceria com os comércios e condomínios aconteçam. Além disso, o fato de utilizar as câmeras das rodovias no sistema de monitoramento pode ajudar a identificar suspeitos, que estejam fugindo da cidade, após cometer um crime. Neste caso, a implantação do Detecta também deve ajudar. O sistema lê as placas dos carros e auxilia na identificação de veículos roubados ou furtados.