segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Nacional

Corpo do sambista Wilson das Neves será enterrado nessa segunda

Neves começou na música aos 14 anos, quando começou a tocar com o percussionista Edgar Nunes Rocca, o Bituca, na escola de samba Flor do Ritmo

28 agosto 2017 - 09h46Por Vitor Abdala – da Agência Brasil

O corpo do sambista Wilson das Neves, que morreu no último sábado (26), aos 81 anos, no Rio de Janeiro, será sepultado nesta segunda-feira (28), às 10 horas, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste da cidade. Ele estava internado em um hospital da Ilha do Governador, tratando de um câncer.

Seu corpo foi velado nesse domingo (27), na quadra da escola de samba Império Serrano, sua agremiação do coração. Nascido no Rio de Janeiro em 14 de junho de 1936, Wilson das Neves começou na música aos 14 anos, quando começou a tocar com o percussionista Edgar Nunes Rocca, o Bituca, na escola de samba Flor do Ritmo.

A partir da década de 1950, começou a atuar em shows e gravações com alguns dos principais nomes da Música Popular Brasileira. Em 1964, fundou a banda Os Ipanemas, com quem lançou um disco com o mesmo nome do conjunto.

Na década de 1960, atuou em orquestras dos canais de TV Globo, Excelsior e Tupi. Várias de suas composições tiveram parceria com o compositor Paulo César Pinheiro. Uma de suas canções mais conhecidas é O Samba é meu Dom.