Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 22 de julho de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/07/2019
PMMC FÉRIAS
PMMC ORQUIDEAS
PMMC INVERNO
PMMC AGASALHO
Centerplex Rei Leão

Lula defende CPMF e ressalta que taxa não deveria ter sido retirada

29 AGO 2015 - 22h02

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a manutenção da CPMF, em abertura de evento realizado ontem em São Bernardo do Campo (SP). "Gostaria de saudar o ministro da Saúde, Arthur Chioro. Não sei se é verdade que defendeu a CPMF, que não deveria ter sido tirada, porque precisa de dinheiro para a Saúde".

Nos últimos dias, os ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, e da Fazenda, Joaquim Levy, entraram em campo para tentar convencer lideranças da Câmara e do Senado a aprovar a CIS. Para a equipe econômica, não há outro jeito para fechar as contas de 2016 se não for com o novo imposto.

Ontem, Lula participou de uma mesa no Seminário Internacional Participação Cidadã, Gestão Democrática e as Cidades no Século 21, realizado pela Prefeitura de São Bernardo. O evento também contou com a participação de José Mujica, ex-presidente do Uruguai e senador pelo país.

Reunião

Ainda ontem, a presidente Dilma Rousseff (PT) convocou uma reunião com integrantes da equipe econômica para reunião no Palácio da Alvorada. Foram discutidos detalhes da proposta de lei do Orçamento Anual de 2016, que tem que ser enviada ao Congresso Nacional amanhã.

Além da lei orçamentária, foi discutido o retorno de uma contribuição sobre movimentações financeiras para custear despesas da saúde, nos moldes da CPMF. A equipe econômica acredita que a volta do chamado "imposto do cheque" é necessária para cobrir o rombo orçamentário projetado para 2016, mas há resistências políticas ao retorno do tributo.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias