Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Suzano registra um caso de roubo ou furto a cada uma hora e meia

10 JUL 2015 - 08h01

Suzano registrou um caso de roubo ou furto a cada uma hora e meia no primeiro quadrimestre deste ano. Foram 1.946 ocorrências, uma média de 16 por dia. Os dados são da Secretaria do Estado de Segurança Pública (SSP), que analisa estatísticas referentes a roubo e furto de veículos; roubos a bancos, de carga e roubo e furto à população em geral. Março foi o mês com maior número de incidências, registrando 537 casos.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, os números mostram uma queda de 8,2%. Em 2014, foram registradas 2.120 ocorrências por furto e roubo nos primeiros quatro meses, o que dá uma média de 18 por dia. O mês com maior número de casos foi abril, que contabilizou 579 ocorrências.

"Em uma análise geral, o número é favorável. Nesta estatística entram também os chamados pequenos furtos, onde geralmente são subtraídos carteiras, celulares ou outros objetos de valor em decorrência a uma desatenção da vítima. Nesses crimes, a polícia tem uma dificuldade maior de agir, porque são silenciosos e muitas vezes só é notado minutos depois. Segurança é uma via de mão dupla. Depende da polícia, mas também de cada cidadão", relatou o especialista em segurança pública e privada Jorge Lordello.

Uma das vítimas a integrar as estatísticas é a advogada Thatiana Godói. Ela reside na região do ABC, em São Paulo, e foi assaltada no final do ano passado, quando veio passar as festas de fim de ano na casa da avó, em Suzano. A advogada conta que a abordagem foi feita enquanto ela e a irmã iam para o shopping da cidade suzanense, em um carro. Os bandidos, que estavam armados, as fizeram parar e anunciaram o roubo. "Veio um carro na contramão e tivemos que parar. Então saíram três 'caras' armados e nos ameaçaram. Pediram para que saíssemos do carro e então eles levaram o veículo".

Thatiana disse ainda que elas acionaram a polícia e que o veículo foi encontrado no mesmo dia. "Eles levaram quase tudo que estava dentro do carro. Na verdade, acho que eles voltariam para levar o restante, pois notamos que o porta-malas foi revistado, mas as nossas malas ainda estavam lá", concluiu.

Referente ao número de carros roubados ou furtados em Suzano, os dados da SSP mostram que no primeiro quadrimestre de 2015, Suzano registrou 550 ocorrências deste crime. O número representa cerca de quatro veículos roubados por dia. No mesmo período do ano passado, o número de casos era de 543.

CUIDADO

Lordello ressalta que o cidadão pode adotar atitudes individuais que contribua para a diminuição nos números de ocorrências de furtos e roubos, especialmente os de pequeno porte. "Muitas atitudes que fazíamos antigamente, não podem ser feitas nos dias de hoje", disse.

Um ponto destacado por ele são os furtos que ocorrem dentro dos transportes coletivos e que muitas das vezes é por conta de um descuido da vítima. "O bandido atua dentro da brecha dada pela vítima. Às vezes as pessoas dormem e deixam seus pertences à vista. Ou ainda colocam o celular ou a carteira no bolso de trás. É aí que o bandido se aproveita da situação".

O especialista aponta que o celular é o número um na lista de objetos mais roubados e por isso o cuidado com o objeto deve ser redobrado. "As pessoas devem andar com o celular escondido e procurar usá-lo somente nos locais mais seguros, dentro de casa, no serviço, ou dentro de estabelecimentos comerciais". Nesta semana, o DS publicou que, em cinco meses, 400 roubos de celulares a pedestres foram registrados.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias