Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Terça 21 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

Gianecchini terá cenas de nudez em nova novela

05 JUN 2015 - 08h00

* entrevista



O mundo da moda sempre foi "a praia" de Reynaldo Gianecchini. Por isso ele estará completamente à vontade em "Verdades Secretas", próxima novela da faixa das 23 horas da Globo, que estreia na próxima segunda-feira. Na trama de Walcyr Carrasco, o belo será o modelo decadente Anthony, que, ao começar a perder trabalho e, para manter a fama e o dinheiro, se torna amante da dona da agência, Fanny, vivida por Marieta Severo. A atriz, aliás, foi parceira de Giane em sua estreia na TV, em "Laços de Família", em 2000. Mais maduro, como ele mesmo se define, Giane garante que o jogo de cena agora está bem melhor.



O seu personagem em "Verdades Secretas" é um vilão?

Reynaldo Gianecchini - Eu faço um modelo já em fim de carreira que é amante da dona da agência. É um cara bastante amoral, como a personagem da Marieta Severo. Os dois querem se dar bem a qualquer custo. Meu personagem não é exatamente um vilão, mas é alguém bem particular neste sentido.



Como é a relação dos dois?

Giane - Ele não cobra para estar lá, ao lado dela. É algo estabelecido, a relação deles se mantém assim. Ela pensa que não está pagando, mas, na verdade, está! É conveniente para ambos. Cada um com os seus interesses. E acredito até que eles se amam



Como assim?

Giane - Eles sabem como a vida é dura. Eu acho que se amam, sim, porém não é o amor que eu queira para mim,mas, na visão deles, é É a forma de eles se amarem.

Alguns temas de "Babilônia", como prostituição e homossexualismo não foram bem aceitos. Vocês



não têm medo da reação do público?

Giane - Acho bem delicado, porque me parece um retrocesso. Eu fico preocupado. Estava falando sobre isso com a Marieta (Severo). Ela é de uma geração que brigou pela liberdade sexual. E me parece que a gente está perdendo tudo aquilo que aquela geração conquistou a duras penas. Eu acho bem chato e hipócrita essa coisa da censura com a novela. Claro que o cuidado com a TV, que é um veículo de massa, tem que ter, até para não ser explorada com apelação. Porém, não poder falar de temas, não poder mostrar uma realidade, eu acho meio besta. Não mostrar que existe o homossexualismo, não vai fazer as pessoas serem mais homossexuais ou não.



Você foi modelo durante muito tempo. Chegou a sofrer algum tipo de assédio?

Giane - Eu nunca fui abordado, mesmo. Nem assediado por nada. Mas isso é uma questão de postura. Eu era um modelo atípico, não ia muito às festas, não era de embarcar nesse falso glamour que existe. E isso aconteceu numa época da minha vida em que eu meditava demais. Eu era bem fora desse mundo.



Você vai ter cenas de nudez. Como se preparou?

Giane - Não tenho nenhum problema em fazer essas cenas. Fico seguro porque tem o bom gosto do diretor, tem o olho aberto com a censura, mas não posso dar mais detalhes.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias