Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 23 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Guilherme Hamacek torce por final feliz do inseguro João em ‘Malhação’

07 JUL 2015 - 08h00

Assim que foi selecionado para interpretar o divertido João de "Malhação", Guilherme Hamacek sabia que havia a possibilidade de o rapaz conquistar o coração da mocinha Bianca (Bruna Hamú). Afinal, o grande sonho de seu personagem era esse. Mas agora, às vésperas do término do folhetim da Globo - a próxima temporada estreia em agosto -, o ator admite que a situação pode mudar. É que, já nos próximos capítulos, os dois terminamdepois que a jovem o vê beijando Vicki (Manu Gavassi).

"O grande problema do João é a insegurança. Ele gosta da Bianca e eu acredito que o sentimento dela por eleseja verdadeiro. Torço para que acabe tudo bem, mas vai depender do que os autores estiverem sentindo com as mudanças que estão por vir", opina o novo galã teen.

Outra novidade vai mudar a rotina do personagem nos próximos capítulos. Como entrou para a Ribalta e estudou interpretação, João consegue se firmar como ator. O jovem recebe um convite para atuar em uma série de televisão. A dedicação ao trabalho pode favorecer o garoto e melhorar sua autoestima, facilitando uma volta entre ele e Bianca, que também é atriz. "João está se destacando nessa profissão. Resolveu investir mesmo nisso, o que vai ser bom para ele em todos os sentidos", avalia Hamacek.

Se depender do que ouve e vê nas ruas, Guilherme acha que João tem chances de ganhar a preferência do público para terminar a temporada ao lado de Bianca. O ator experimenta agora a rotina de ídolo dos adolescentese, pelo menos por enquanto, parece lidar bem com o assédio. Principalmente porque assume já ter passado poruma fase assim que lhe ajuda a entender e conviver melhor com o retorno intenso dos fãs mais novos.

"Não dá para dizer que a gente não espera por esse tipo de coisa Eu fui adolescente há pouco tempo e também tinha vontade de interagir com as pessoas que eu admirava. Procuro retribuir sempre, nem que seja com um olhar de longe, dentro das minhas possibilidades", diz.

Mas o ator entrega que, de vez em quando, esse assédio exagerado o assusta. A relação é um pouco diferente com as pessoas que "batem ponto" na porta da emissora para esperar por alguns minutos de atenção.

"Não é que eu me incomode, mas me preocupa um pouco o quanto elas podem estar se prejudicando em função disso. A gente curte o carinho, mas não quer ver ninguém deixando de estudar e de se divertir por isso", pondera.

Com a proximidade do término desta temporada de "Malhação", Guilherme ainda não tem certeza de como será seu futuro. Mas sabe que vai tentar permanecer no Rio de Janeiro, em busca de novos trabalhos na TV e também no teatro e no cinema. Planeja até voltar a estudar Jornalismo. Mas agora, mais do que nunca, como um plano"B".

"Eu já tinha certeza do que queria e essa experiência só reforçou ainda mais esse desejo. Já tenho algumas conversas e testes encaminhados, mas nada concreto. Espero, em breve, ter novidades para contar", torce.

Galã por acaso

A chance de atuar na série adolescente veio de forma inesperada. Guilherme morava em Belo Horizonte com o pai e cursava o quinto período do curso de Jornalismo. Mas, sempre que havia oportunidade, realizava trabalhos como modelo publicitário para uma agência mineira. A partir deste escritório, foi convidado para um teste, lá mesmo, destinado à produção global.

"Sempre tive vontade de atuar e fazia teatro desde os 15 anos, mas por lazer. Quando pintou essa possibilidade, decidi partir para cima e ver qual era", explica.

Por conta do trabalho no Rio de Janeiro, Guilherme se mudou para a capital fluminense e, depois de dividir por um tempo um apartamento com Jean Amorim, o Marcão da novelinha, agora já mora sozinho. Esta é a primeira vez que ele tem esse tipo de responsabilidade, mas jura que está se virando muito bem. "Só não curto lavar louça. Não sei viver na bagunça, então faço de tudo para manter o meu canto organizado. Por enquanto, tudo está dando certo", garante.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias