Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sexta 24 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2017
mrv

Mostra: Suzano recebe ‘Nossa Herança Nordestina’ no Teatro Dr. Armando de Ré

31 MAR 2015 - 08h00

A arte e a música do Nordeste estão retratadas na exposição "Nossa Herança Nordestina - música, artesanato e lições da seca", que integra a programação do aniversário de 66 anos de Suzano. O evento foi inaugurado, ontem, Teatro Municipal Doutor Armando de Ré. A exposição contém painéis que destacam os cantores nordestinos como Elba Ramalho, Gilberto Gil, Fagner, dentre outros e também o artesanato e elementos da cultura como a quadrilha junina e o frevo.

A população suzanense pode conferir a mostra das 9 às 18 horas de amanhã. No mesmo dia, às 19h30 haverá ainda a apresentação do musical "O legado de Luiz Gonzaga e o Rei do Baião". A entrada é gratuita.

Marcaram presença na inauguração o prefeito de Suzano, Paulo Tokuzumi (PSDB), a vice-prefeita Viviane Galvão, secretários, vereadores e professores. A exposição ainda recebeu a visita de alunos do ensino municipal que puderam aprender um pouco mais sobre a história do povo nordestino. A Associação Nordestina do Alto Tietê (Anat) também participou com um estande onde exibiu artigos típicos da região Nordeste. A ficha inaugural foi retirada pelo prefeito e pela vice-prefeita, abrindo oficialmente a mostra cultural. O evento contou ainda com apresentação musical acompanhada de acordeom.

"Estamos aqui, de alguma forma, homenageando a grande cultura nordestina que temos integrada na nossa sociedade por meio dos nordestinos que vivem em Suzano", disse o prefeito. A exposição ainda vem com um objetivo de conscientização sobre o uso da água. "Um aspecto importante sem dúvida são as lições da seca que estamos mostrando para as crianças através de contação de história, que estão ocorrendo durante todo o dia. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) está cuidando dessa parte de instrução sobre o uso da água", completou a vice-prefeita e coordenadora da programação de aniversário da cidade.

Segundo o secretário de Cultura, Suami Paula de Azevedo, a exposição faz com que o suzanense conheça mais sobre sua origem. "A exposição é muito importante porque dá uma ideia da base de formação da população de Suzano. A população de origem nordestina é muito significativa na cidade. E importante que em uma época de comemorações passamos mostrar esse alicerce". Segundo o Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Suzano conta com mais de 42 mil nordestinos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias