Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 27 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/11/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC MULTI 2020 NOV
PMMC NOVEMBRO AZUL

473 veículos abandonados são recolhidos e encaminhados aos pátios

15 NOV 2015 - 07h01

Ao todo, 473 automóveis foram encaminhados aos pátios de veículos da região, em dois anos. De janeiro a outubro deste ano, 243 veículos abandonados nas ruas de Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba e Mogi das Cruzes, foram encaminhados às unidades. No mesmo período de 2014, 230 carros foram removidos das vias públicas pelas prefeituras. Os dados foram encaminhados pelas municipalidades.

Segundo a Guarda Civil Municipal (GCM) de Ferraz, nos dois anos, de janeiro a outubro, 88 veículos foram recolhidos das ruas por estarem em situação de abandono. Entre os bairros com maior demanda de veículos rejeitados estão as vilas Margarida e Santo Antônio. A Prefeitura frisa que quando detecta um veículo abandonado é feito, o trabalho de notificação antes do recolhimento, uma vez que o proprietário do automóvel é identificado acontece à autuação.

Hoje, Ferraz possui legislação própria sobre este tipo de problemática, a lei prevê os procedimentos que devem tratar a questão, inclusive, o recolhimento imediato de veículos, sem prévia notificação, nos casos onde o automóvel abandonado ofereça risco à saúde pública.

Em Itaquá, uma lei específica foi implantada na atual gestão do prefeito Mamoru Nakashima (PSDB) com objetivo de dar destino aos carros que são abandonados em vias públicas. Na cidade a maior incidência de veículos rejeitados e apreendidos se encontra nos bairros periféricos.

"Após 10 dias estacionado no mesmo local, o veículo é notificado para que seja removido em 10 dias. Caso isso não ocorra, o automóvel é guinchado ao pátio municipal", pontua. Cerca de 170 veículos foram removidos ao pátio de Itaquá, de janeiro a outubro de 2014. No mesmo período deste ano, também foram recolhidos 170 automóveis.

De acordo com a Secretaria de Transportes de Mogi das Cruzes, a lei municipal 6.562/11, estabelece prazo de 48 horas após a constatação do veículo por agente de trânsito ou fiscal para que seja considerado abandono. Em seguida, o automóvel é removido ao pátio municipal. Para que seja feita a retirada, o proprietário deve comparecer pessoalmente ou encaminhar um procurador devidamente identificado e apresentar o comprovante de compra e venda do veículo, o licenciamento em dia e pagar as taxas do pátio, referentes às diárias e ao guincho.

Entre janeiro e outubro de 2015, foram registradas 38 ocorrências. No mesmo período do ano passado, foram sete casos.

Em nota a Prefeitura de Suzano disse que no município a responsabilidade de ocorrências de carros abandonados é da Polícia Militar (PM). Em casos específicos a Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana, faz o recolhimento dos veículos - quando estão em estado de decomposição (são encaminhados para o pátio e leiloados). Na maioria dos casos, os automóveis são levados à Delegacia de Polícia, onde é feita a identificação do proprietário.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias