sexta 12 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 12/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Destaque

Frente de Trabalho recebe candidatos; inscrições seguem até sexta

09 maio 2017 - 08h01

Teve início ontem em Poá e segue até sexta-feira, as inscrições para o Programa de Combate ao Desemprego e Incentivo à Qualificação Profissional, conhecido como Frente de Trabalho. Interessados compareceram à Praça de Eventos - local onde estão sendo realizadas as inscrições - das 9 às 17 horas. Na parte manhã, mais de duas mil pessoas já haviam passado pelo local. Quem for selecionado pelo programa vão atuar em diferentes funções dentro da administração municipal. A Prefeitura de Poá publicou em abril o decreto regulamentando a lei municipal do programa. Segundo o documento, é permitida a ocupação de até 600 trabalhadores desempregados, com salários de R$ 802,85, auxílio cesta básica de R$ 135 e seguro de acidentes pessoais. O secretário de Indústria, Comércio, Emprego e Relações do Trabalho, Ricardo Massa, explicou que a administração municipal utilizará os profissionais em diferentes secretarias. “São trabalhadores que terão atividades de zeladoria da cidade ou na área administrativa, entre outras. Ou seja, cada departamento indicará sua necessidade e os trabalhos que o contratado terá de realizar”, explicou. “Reforçando que o objetivo principal deste programa é que a pessoa deixe a situação de desemprego, se qualifique e possa conquistar um melhor posto no mercado de trabalho”, completou. Massa explicou que além da ocupação e renda, a Frente de Trabalho oferecerá cursos de qualificação profissional para os participantes. “A jornada de atividade no programa será de 40 horas semanais, sendo 35 horas de trabalho e cinco horas de qualificação profissional”, acrescentou. A inscrição valerá por dois anos. Para se inscrever é necessário levar documentos pessoais (CPF e RG) e comprovante de endereço. O interessado devem ter idade mínima de 18 anos; não estar recebendo benefício previdenciário e não participar de outro programa assistencial equivalente; residir no município há pelo menos dois anos; estar em ordem com as obrigações militares e com os direitos civis, políticos e eleitorais; não ter sido demitido ou exonerado do serviço público.