Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/11/2019
PMMC MIGO
Pmmc maternidade
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC SEGURANÇA
Pmmc Refis 2019

Hospital das Clínicas

04 NOV 2019 - 23h59
O DS trouxe, na edição de sábado, reportagem mostrando que o prédio novo do Hospital Auxiliar de Suzano (HAS) passa por reformas. 
A previsão da entrega total da obra é para o primeiro trimestre de 2020. As informações são do diretor executivo do HAS, Eduardo Santocchi. As obras estão na fase final de acabamento. Contudo, ainda está em definição o plano de atendimento do hospital, junto à Secretaria Estadual de Saúde. O objetivo, segundo Eduardo, é que o bloco novo atenda a demanda das cidades do Alto Tietê.
Não há dúvida a importância do Hospital das Clínicas para Suzano. 
O HC é comandado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP).
Trata-se de um complexo hospitalar, que tem sede em São Paulo. É uma autarquia do governo do Estado, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde para fins de coordenação administrativa, associado à Faculdade de Medicina (FM) da Universidade de São Paulo (USP) para fins de ensino, pesquisa e prestação de ações e serviços de saúde destinados à comunidade. Em Suzano, tem um hospital auxiliar.
Na área assistencial, atua por meio de ações de promoção da saúde, prevenção das doenças, atenção médico-hospitalar no nível terciário de complexidade e reabilitação de sequelas após o tratamento das doenças. Na área acadêmica, desenvolve cursos de graduação e pós-graduação senso lato e senso estrito. Na área de pesquisa, atua em todos os ramos das ciências da saúde, por meio de seus 62 Laboratórios de Investigação Médica.
No caso de Suzano, o que está sendo discutido com a Secretaria de Saúde do Estado é a ideia de um hospital regionalizado. Isso é um pouco diferente da ideia de um hospital 'portas abertas' - como vem reivindicando a classe política da cidade e da região, além da população.
Sem serviço de emergência, pronto socorro, mas um hospital que atenda às demandas do Alto Tietê, explicou a direção na semana passada.
A importância do hospital não é só para Suzano, mas também para toda a região. 
É uma unidade de retaguarda e tem importância vital para os casos de encaminhamentos trazidos de Suzano e Alto Tietê.
O hospital de Suzano permite que os leitos do hospital em São Paulo girem e que estejam disponíveis para atendimentos de urgência e emergência. 
O de Suzano é mais focado na reabilitação e reinserção do paciente dentro do âmbito social, um trabalho mais diferenciado, conforme explicou a direção da unidade.
No novo bloco que está sendo ocupado pelos pacientes do hospital, são 100 leitos, mas nem todos estão operando. 
Em relação às internações do hospital, a taxa de ocupação, de acordo com Eduardo, é de 98%. 
Ou seja praticamente não há leitos vazios dentro da capacidade que o hospital comporta.
Inaugurado em 1960 e localizado no município de Suzano, na região da Grande São Paulo, o HAS foi concebido para ser retaguarda dos Institutos do HC, prestando assistência médico-hospitalar especializada a pacientes de longa permanência.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias