Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Brasil larga bem no atletismo do Pan com ouro de Juliana Gomes

22 JUL 2015 - 08h00

Uma lesão muscular na panturrilha esquerda tirou Marilson Gomes dos Santos dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. Mas a coleção de medalhas da família Gomes dos Santos está ainda maior. Desta vez, foi a mulher dele quem subiu ao lugar mais alto do pódio. Na primeira prova de pista do atletismo do Pan, ontem, o ouro foi para Juliana Gomes, nos 5.000 metros.

Assim, o Brasil segue com 100% de pódios no atletismo dos Jogos Pan-Americanos, sempre em provas longas. Ganhou prata na maratona feminina, com Adriana Aparecida da Silva, e também na marcha atlética de 20 km, com Erica de Sena primeira marchadora do País a ganhar medalha pan-americana. Depois, Caio Sena quebrou um jejum de 20 anos nos 20 km masculino com o bronze.

Juliana tentou esquecer o tempo de prova das adversárias e entrou na corrida com o objetivo de "ir até onde aguentar". A estratégia deu certo. A brasileira foi dosando a energia e assumiu a ponta nos metros finais, onde deixou a mexicana Brenda Flores e a norte--americana Kellyn Taylor para trás. "Quando dei três passadas na frente, e ela (Brenda) ficou, era só eu e a vitória".

Vôlei de Praia

A dupla Lili/Carolina Horta conquistou ontem a medalha de bronze no vôlei de praia. Elas derrotaram as canadenses Melissa Paredes e Taylor Pischke por 2 sets a 0, parciais de 21/9 e 21/14.

No primeiro set, a dupla brasileira precisou de apenas 16 minutos para vencer por 21 a 9. Para isso, contou com bom aproveitamento nos ataques e nos saques de Carol. "Eu apenas assisti e aplaudi ela", brincou Lili após a partida. O segundo set foi um pouco mais equilibrado, mas a dupla brasileira ficou o tempo inteiro à frente e também venceu sem maiores sobressaltos.

"Foi o jogo que a gente jogou mais solta, mais feliz, com menos pressão, e por isso pareceu ser tão fácil", comentou Carol. "Esta medalha representa o ouro. O ouro que a gente tanto quis, que viemos desde o começo focadas nele, mas infelizmente a gente tropeçou na semifinal contra as argentinas. A gente fez desta disputa do terceiro lugar nossa medalha de ouro e acho que foi o nosso melhor jogo de toda a competição".

Basquete

O técnico argentino Rubén Magnano lamentou na última segunda-feira, véspera da estreia da seleção masculina de basquete nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, que os amistosos de preparação tivessem sido "de nível técnico inferior", à exceção de um jogo contra o México. Mesmo assim, os 40 dias de preparação em São Paulo parecem ter sido bem aproveitados. Ontem, o time encarou a seleção de Porto Rico pela primeira rodada do torneio e venceu por incontestáveis 33 pontos de diferença. O placar final apontou 92 a 59. Rafael Hettsheimeir, com 19 pontos, foi o cestinha.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias