Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/11/2017
mrv

Vargas, Pedro Corrêa e Argôlo são denunciados

15 MAI 2015 - 08h00

A força-tarefa da Operação Lava Jato denunciou criminalmente à Justiça Federal os ex-deputados André Vargas (ex-PT-PR), Pedro Corrêa (PP-PE) e Luiz Argôlo (SDD-BA). São os primeiros políticos envolvidos no esquema de corrupção e propinas na Petrobras formalmente denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF).

A filha de Pedro Corrêa, ex-deputada Aline Corrêa (PP-PE) também foi denunciada. Ao todo, 13 pessoas estão na lista. Entre eles, 10 são acusados pela primeira vez - além dos quatro ex-deputados federais, fazem parte da lista de denunciados três operadores financeiros e seis pessoas ligadas aos políticos.

Eles foram denunciados formalmente por corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa e peculato.

A Justiça Federal no Paraná decretou ontem o bloqueio de R$ 544 milhões de duas empreiteiras e de uma empresa fornecedora de tubos nas obras da Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco.

Foram bloqueados R$ 241 milhões da empreiteira Camargo Corrêa e do Grupo Sanko, ambos envolvidas em supostas irregularidades na Abreu e Lima. Em outra decisão, a Justiça embargou R$ 302 milhões da empreiteira Galvão Engenharia.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias