sábado 22 de junho de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/06/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Adolescente é levado à delegacia após ameaçar atacar estudante em Itaquá

Episódio ocorreu numa unidade estadual no bairro Pedreira, em Itaquaquecetuba

29 março 2019 - 16h33Por Marcus Pontes - de Itaquá
Atualizada às 17h31
 
Um adolescente, 16 anos, foi encaminhado à delegacia, após ameaçar atacar uma estudante com uma faca em uma escola da rede estadual de Itaquaquecetuba. O suspeito também é aluno da escola. 
 
O episódio ocorreu por volta das 11h37, na quinta-feira, 28, em uma escola localizada no bairro Pedreira. 
A Polícia Militar foi chamada para atender ao caso, mas não divulgou detalhes sobre o teor da denúncia. A única informação divulgada diz respeito ao desejo do suspeito em ferir uma aluna. E que uma faca tipo de cozinha foi recolhida.
 
O DS apurou que, após o massacre na E.E Raul Brasil, em Suzano, o critério de divulgação para este tipo de caso foi alterado. Deste modo, o histórico no Boletim de Ocorrência (B.O.) não foi divulgado. A opção também se respalda a um artigo do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o qual assegura o depoimento da vítima, bem como do eventual agressor.
 
O caso foi registrado como ato infracional de ameaça. A investigação segue em andamento pelo distrito central.
 
Posicionamento
 
A Secretaria de Educação do Estado informou que a Diretoria Regional de Ensino de Itaquá repudia todo e qualquer ato de violência dentro e fora do ambiente escolar. A direção da escola chamou o responsável pelo aluno, acionou a polícia e registrou Boletim de Ocorrência. Além disso, a pasta esclareceu que a rede estadual possui parceria com a Ronda Escolar da Polícia Militar para policiamento no entorno das unidades. "A escola está à disposição dos pais e alunos para quaisquer dúvidas ou esclarecimentos", declarou em nota.
 
Violência
 
Depois do trágico episódio ocorrido na E.E Raul Brasil, a região registrou uma espécie de ‘boom’ de crimes em escolas. Em Poá, um jovem foi detido com objetos semelhantes ao dos atiradores suzanenses. Ele foi liberado, mas continua sendo investigado. 
 
Suzano registrou na última quinta-feira mais uma violência, a qual assustou pais de estudantes da cidade. Uma briga entre dois jovens, nos arredores da E.E Batista Renzi, terminou com um rapaz, 19 anos, esfaqueado na região da cabeça. O suspeito, 16 anos, foi apreendido e liberado. Ele estava com um canivete.