segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Bebê morre e família aponta negligência médica em Suzano

09 maio 2017 - 08h00

Uma menina, de 11 meses, morreu na manhã do último domingo, após ter sido atendida no Pronto Socorro Municipal Infantil, localizado na Rua Professor Roberto David, no Jardim São Luiz, em Suzano. O pai da criança registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.), na Delegacia central informando que, por volta das 23 horas do sábado, foi até o PS para consultar a filha, e que a médica não examinou e não medicou o bebê. A criança estava com vômitos, com pés e mãos gelados. A família acredita em negligência médica. Na ocorrência, o pai disse que no sábado, a médica afirmou que a criança precisava de um exame de sangue para verificar o que estava acontecendo. A médica teria dito ao pai da menina, que poderia voltar no domingo para buscar o resultado do exame e que a menina estava liberada. A criança voltou para a casa, ainda passando mal e com os mesmos sintomas. Por volta das 6 horas, o pai voltou com a menina no pronto-socorro. Por causa da piora, o bebê foi internado. Logo depois, a criança não resistiu e morreu. Em nota, a Prefeitura de Suzano informou que, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde e a Diretoria do Pronto-Socorro (PS) Municipal, a criança tinha um longo histórico de doença crônica, já que passou por diversos atendimentos na unidade. Nascido em 07/06/16, o bebê passou pelo PS três vezes em outubro de 2016 (com apenas quatro meses de vida), duas vezes em dezembro do mesmo ano, uma vez em janeiro de 2017 e estas duas passagens agora neste mês de maio. “Em todos os casos ela foi assistida de forma adequada e na noite do último sábado a criança foi atendida por uma profissional médica”, informou a Prefeitura. A Diretoria do PS informou que a paciente foi examinada e um hemograma (exame de sangue) foi solicitado. O resultado do exame apontou uma suspeita de infecção generalizada e todo o esforço das equipes da unidade foram realizados para tentar reverter o quadro, mas sem sucesso. A Secretaria Municipal de Saúde aguarda o resultado dos exames necroscópicos para avaliar o que realmente aconteceu e apurar as possíveis responsabilidades para que as medidas cabíveis sejam tomadas. A polícia instautou inquérito para o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também