domingo 14 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Briga no Dia dos Pais termina com dois esfaqueados no Jardim Graziela em Suzano

Rapaz foi esfaqueado no lado esquerdo do tórax, do abdômen e no rosto. O atual namorado da ex-companheira é o suspeito, e também ficou ferido na briga

14 agosto 2017 - 18h24Por Lucas Alsil - De Suzano

Uma discussão no último domingo (13), Dia dos Pais, causou a morte de Rodrigo Soares da Silva, de 29 anos, no Jardim Graziela, em Suzano. O rapaz foi esfaqueado no lado esquerdo do tórax, do abdômen e no rosto. O atual namorado da ex-companheira Rodrigo Caetano Rocha, de 28 anos, é o suspeito, e também ficou ferido na briga.

Apesar de Silva ter sido socorrido ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, não resistiu aos ferimentos e morreu. Rocha permanece internado no Hospital Ipiranga, também em Mogi, sob escolta policial.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.), a vítima passou o Dia dos Pais com o filho, fruto do relacionamento com a ex-companheira, uma jovem, de 23 anos. Por volta das 18 horas, o rapaz mandou uma mensagem para a mãe do garoto, perguntando se poderia levar o filho até a residência dela. Devido ao fato de a jovem não ter respondido a mensagem, Silva levou o filho até a casa de sua mãe, avó do garoto, e deixou o menino no local.

Às 23 horas, a jovem foi até a casa do ex-companheiro buscar o filho e não o encontrou no local. Por isso, começou a discutir com a vítima. O rapaz pegou o carro e disse que buscaria a criança na casa de sua mãe. Chegando no local, a jovem teria discutido com a mãe da vítima.

A mãe do menino ligou para o atual namorado dizendo que havia sido agredida. Segundo a atual esposa da vítima, que registrou o Boletim de Ocorrência (B.O.),  momentos antes da discussão, Silva achou que a ex-companheira havia pego a chave da sua residência e foi buscá-la. Durante o percurso, ele bateu o carro em outro veículo e ficou atordoado. Em seguida, o o suspeito foi até o local com uma faca, tirou Silva de dentro do veículo e começou a esfaqueá-lo.

A vítima caiu no chão, ensanguentada e inconsciente. A atual esposa dele começou a gritar por socorro, enquanto o suspeito fugiu. Quando a Polícia Militar (PM) chegou ao local, a vítima já havia sido levada ao hospital. Segundo médico, o rapaz deu entrada às 23h51 do domingo e morreu às 00h21, ontem. A perícia também foi prejudicada, uma vez que vizinhos limparam o local.

A arma utilizada para a agressão ainda não foi encontrada.  A ex-companheira da vítima, não compareceu à delegacia para prestar esclarecimentos.  O suspeito, que está internado, também não pôde prestar declarações. O caso foi registrado no 1° Distrito Policial (DP) de Mogi das Cruzes.