Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 19 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/08/2019
PMMC - TRATA BRASIL
CENTERPLEX 15 A 21/08
Polícia

Buscas aos assassinos de GCM da capital completam 13 dias; atirador é identificado

Subinspetor da GCM de São Paulo, Jose Soares de Albuquerque, 60 anos, foi morto durante um assalto

Por Marcus Pontes - de Suzano15 JUL 2019 - 15h16
Força-tarefa para localizar os suspeitos foi montada desde o assassinato de AlbuquerqueFoto: Divulgação

As buscas aos assassinos do guarda metropolitano de São Paulo, José Soares de Albuquerque, de 60 anos, morto durante assalto no início deste mês, no Jardim Adriane, em Itaquaquecetuba, completaram treze dias nesta segunda-feira, 15. O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes identificou o responsável por atirar contra a cabeça do agente municipal. A Justiça expediu mandado de prisão temporária.

De acordo com o delegado Rubens José Ângelo, responsável pela investigação, o primeiro suspeito identificado tem um histórico criminal. Quando adolescente, foi apreendido três vezes por participar de roubos a carga, o mesmo crime pelo qual o GCM da Capital foi assassinado, quando fazia a escolta de um caminhão. Ao atingir a maioridade, voltou a ser preso por roubo. 

"Pelas provas coletadas, pudemos observar que os bandidos tinham a intenção de roubar a carga de eletrodomésticos, mas descobriram que a vítima era um guarda metropolitano e o mataram. Fugiram levando a pistola calibre 380 dele (GCM)".

O paradeiro tanto do suspeito identificado como do comparsa ainda é incerto. Até a publicação deste texto, a polícia ainda analisava denúncias para capturar os criminosos.

Caçada

Uma força-tarefa para localizar os suspeitos foi montada desde o assassinato de Albuquerque. No dia do crime, guardas da Capital vieram à região, para auxiliar nas buscas. Os dias se passaram e as forças de segurança de Itaquá (GCM e PM) fizeram inúmeras buscas, tendo, inclusive, uma delas resultando na localização de uma 'casa bomba' - imóvel usado por criminosos para guardar drogas. Na ocasião desta ação, os guardas flagraram um suspeito fugindo pela janela e escapando pelo matagal. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias