Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 21 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2019
PMMC SEGURANÇA
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MIGO
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20
Pmmc Refis 2019

Grupo tenta incendiar ônibus após mortes

26 AGO 2015 - 08h00

Um grupo de dez pessoas roubou e incendiou parcialmente um ônibus, na Rua Gerônimo Maziero, Vila das Rosas, em Poá. O ataque aconteceu após a morte de dois homens suspeitos de tráfico de drogas em um confronto com investigadores da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (Dise) na Linha 11-Coral Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na altura da Vila Açoreana. Na ocasião, um adolescente, de 16 anos, foi apreendido e confessou que o crime é decorrente da morte de dois amigos. A Polícia Civil abriu inquérito para identificar e prender os nove foragidos.

O ataque ao ônibus aconteceu 1h30 depois que os traficantes foram mortos na linha férrea. O grupo teria invadido o ônibus e roubado passageiros e funcionários, que estavam em uma linha intermunicipal. Após os criminosos fugirem, as vítimas ligaram para o Corpo de Bombeiros, que conseguiu conter as chamas que danificaram cinco cadeiras.

Além disso, as testemunhas passaram detalhes sobre o grupo de criminosos e a direção que fugiram. Em uma breve ronda, a polícia conseguiu encontrar um adolescente. Nenhum produto ilícito foi encontrado com ele.

Contudo, os policiais questionaram o rapaz, que confessou a participação no vandalismo e detalhou que o crime foi cometido em retaliação à morte de dois traficantes. A PM perguntou sobre os demais comparsas, mas o jovem não quis dar mais detalhes. Na Delegacia, as vítimas reconheceram o adolescente e afirmaram que ele era o responsável por estar com um galão de combustível e fósforos usados no crime. A cobradora do coletivo ainda contou que o suspeito ordenou que todos os passageiros descessem, entretanto, disse que apenas ela ficaria, pois seria morta.

A Polícia Civil não confirmou se o adolescente seria encaminhado à Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa).

Um inquérito policial foi aberto para que os investigadores da Delegacia Central possam identificar e prender os demais autores.

Em nota, a CS Brasil disse que após o ataque houve toque de recolher na região e os ônibus da empresa que circulam entre Suzano e Poá foram recolhidos durante a noite. Na manhã de ontem, a circulação já estava normalizada.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias