segunda 15 de abril de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/04/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Polícia

Justiça decreta prisão temporária de tatuador suspeito de matar esposa

09 junho 2017 - 08h00

A Justiça de Suzano decretou na última quarta-feira, a prisão temporária do tatuador, Alex Matias Reis, de 38 anos, suspeito de assassinar a balconista e sua companheira, Lorena Salomão Cruz, de 22 anos, com um tiro dentro da residência do casal, na Rua Claudemar Otávio Oliveira, no Jardim Luella, em Suzano, na frente do filho do casal, uma criança, de 2 anos. O acusado está foragido desde a época do crime, na segunda quinzena de maio. O mandado de prisão foi expedido pelo delegado Eduardo Boigues, do Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes, e teve como base o depoimento do pai do suspeito e uma mensagem de Alex, enviada para a filha, demonstrando arrependimento de uma atitude e vontade de se matar. O tatuador é acusado de ter disparado um tiro contra o peito da companheira e em seguida, pediu a terceiros que entregassem a criança à família dele. De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.), a vítima não possuía parentes no Estado de São Paulo, pois todos moram na Bahia. A ocorrência também informa que vizinhos ouviram apenas o barulho de um disparo. O corpo da balconista foi encontrado pelos pais de Alex, que após receber o garoto, foi até a residência do casal e encontrou o corpo de Lorena no chão. O sogro da vítima ainda informou que não era muito próximo do filho e da nora, devido ao fatos dos mesmos serem usuários de drogas.

Deixe seu Comentário

Leia Também