Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quarta 22 de Novembro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 21/11/2017
mrv

Ladrões atiram em casal de comerciantes em roubo

11 JUN 2015 - 08h01

Um casal de comerciantes, de 47 e 48 anos, foi baleado durante uma tentativa de assalto, na noite de terça, na Rua Santa Clotilde, na Vila Fátima, em Suzano.

A mulher teve alta na manhã de ontem, enquanto o esposo permanece internado por conta de uma cirurgia que realizou para a retirada de um projétil no abdômen, mas não corre risco de morte.

A Polícia Civil tem as características de um dos suspeitos que também é morador da Vila Fátima, mas o comparsa ainda não foi identificado.

O filho do casal relatou à polícia que, às 22h30, os pais fechavam o estabelecimento comercial da família quando foram surpreendidos por dois homens que anunciaram o assalto.

Armados, os assaltantes fizeram ameaças para que eles não reagissem.

No entanto, o comerciante segurou a arma de um bandido e, simultaneamente, tentou fechar a porta de aço.

Revoltados, os bandidos começaram a atirar na direção do casal e, após atingi-los, fugiram a pé sem levar nenhum produto de valor ou dinheiro do estabelecimento.

TIROS

Com os tiros, o filho das vítimas chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para socorrê-los e, posteriormente, acionou a Polícia Militar (PM).

Policiais Militares fizeram rondas nas imediações ao crime e bairros adjacentes, mas nenhum dos suspeitos foi encontrado.

Investigação

Agora, o Setor de Investigações (SI) do 1° Distrito Policial (DP) deve levantar mais informações sobre o paradeiro do suspeito identificado, de 19 anos, e o comparsa, de 20.

Até o momento, a polícia busca informações de possíveis câmeras de vigilância do comércio que tenham gravado o roubo.

PISTAS A polícia ainda não informou se há pistas dos criminosos.

Quem tiver informações sobre o paradeiro dos assaltantes pode denunciar via disque denúncia (181) e/ou o telefone da PM (190).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias