terça 21 de maio de 2024Logo Rede DS Comunicação

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 34,90 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/05/2024
Envie seu vídeo(11) 4745-6900
Operação gaeco no alto tietê

Operação Gaeco cumpre 11 mandados de prisão contra rede de agiotagem no Alto Tietê

Foram apreendidos nos imóveis armamento de grosso calibre, carregadores e dinheiro em espécie

07 maio 2024 - 10h25Por Guynever Maropo da Reportagem Local

Uma operação do Ministério Público e da Polícia Militar cumpre, nesta terça-feira (7), mais de 17 mandados de busca e apreensão e de prisão temporária no Alto Tietê.

Os alvos são membros da facção criminosa com uma rede de agiotagem que atuava em cidades da região e na capital.

De acordo com a SSP, já foram apreendidas armas de grosso calibre, como fuzis e pistolas de uso restrito, munições, carregadores e dinheiro em espécie nas buscas realizadas nos imóveis.

Ao todo, a Operação Khalifa cumpre 17 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão temporária nas cidades de São Paulo, Mogi das Cruzes, Arujá, Suzano, Poá, Santa Isabel e São José dos Campos.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Polícia Militar deflagraram a Operação Khalifa que cumpre 17 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de prisão temporária nas cidades de São Paulo, Mogi das Cruzes, Arujá, Suzano, Poá, Santa Isabel e São José dos Campos.

Além de serem membros da facção criminosa, os investigados celebravam empréstimos a terceiros a juros abusivos, que chegavam ao patamar de 300% ao mês. Quando o pagamento não ocorria, passavam a ameaçar e a extorquir os devedores.

Segundo o Gaeco, a denominação da operação faz referência ao edifício Burj Khalifa, na cidade de Dubai, e às viagens internacionais registradas, com ostentação, pelos investigados nas redes sociais.