Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 14 de outubro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/10/2019
Villa Europa
Secom Segurança
CENTERPLEX 11/10 A 18/10

Peças de possível ambulância usada para transportar carga de ouro roubada são encontradas em Ferraz

Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo apreendeu peças para análise

Por Marcus Pontes - de Ferraz02 AGO 2019 - 11h40
Deic encontrou peças de possível ambulância utilizada para transportar carga de ouro roubadoFoto: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) divulgou nesta sexta-feira, 2, ter apreendido peças de uma ambulância possivelmente utilizada para transportar a carga de 718,9 quilos de ouro roubada do terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos. O material foi encontrado nessa quinta-feira, 1°, em um matagal na área rural de Ferraz de Vasconcelos.

Segundo o Deic, as peças encontradas serão analisadas pelo Instituto de Criminalística (IC). O objetivo é descobrir se, de fato, o veículo desmanchado foi utilizado para o transporte, bem como indícios que levem ao restante dos bandidos foragidos. Para se ter ideia, até o momento, a polícia prendeu três pessoas sob suspeita de envolvimento no roubo cinematográfico, sendo dois funcionários do aeroporto e um pintor acusado de ter definido o local para intermediar a fuga. 

Questionado, o departamento estadual não mencionou a via na qual tais objetos foram localizados. O órgão limitou-se em dizer que "os trabalhos de apurações prosseguem para identificar os integrantes da quadrilhas". E que novas informações serão dadas em momento oportuno, tendo em vista preservar e evitar desvio na linha de trabalho. 

O caso

Ao menos dez criminosos participaram do roubo, segundo estimativas da polícia. O roubo aconteceu na última quinta-feira. Em carros de luxo disfarçados de viaturas da Polícia Federal, o grupo entrou no aeroporto, por volta das 14h30, e rendeu funcionários que faziam a manipulação da carga de ouro. O material, avaliado em cerca de R$ 120 milhões, foi colocado em uma das caminhonetes. 

Segundo a investigação, o metal, dividido em 31 malotes, tinha como destino Nova York, nos Estados Unidos, e Toronto, no Canadá.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias