Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 19 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/08/2019
PMMC - TRATA BRASIL
CENTERPLEX 15 A 21/08

Pedreiro é preso após invadir casa e estuprar ex-mulher

Em depoimento, o suspeito falou que 'queria sentir o calor' da vítima

Por Marcus Pontes - de Ferraz30 MAI 2019 - 11h52
Caso foi registrado no distrito central de Ferraz de VasconcelosFoto: Arquivo/DS

Um pedreiro, de 38 anos, foi preso, nessa quarta-feira, 29, por suspeita de invadir a casa e estuprar a ex-companheira, no Jardim Figueiredo, em Ferraz de Vasconcelos. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito vai responder pelos crimes de estupro e violência doméstica.

A invasão ocorreu durante a madrugada. Para entrar no imóvel, o suspeito arrombou a janela da cozinha. Depois, foi direto para o quarto da vítima. A mulher disse ter acordado com o ex-marido, que a forçou a manter relações sexuais. Na consumação do ato, o pedreiro afirmou que 'não tinha nada a perder'. Os abusos só cessaram após os filhos da mulher ouvirem o suspeito tossir.

A Polícia Militar foi chamada para atender ao caso. Ao conversar com a vítima, os policiais descobriram que o suspeito enviou uma mensagem, por meio de uma rede social, e disse que iria esperá-la em frente à uma estação de trem da cidade. Foi então que eles também seguiram ao local e capturaram o pedreiro em flagrante.

No depoimento dado na delegacia, o suspeito negou que tivesse estuprado a ex-mulher. Disse que invadiu a casa, pois 'queria sentir o calor' da vítima. A afirmação foi contestada pela mulher, que relatou não ter sido a primeira vez que teve o imóvel invadido pelo ex-companheiro. Ela complementou explicando que se separou do suspeito há nove meses, pois era violento.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias